+ Notícias

Natal terá “banquetaço” em defesa da comida de verdade

Um banquete servido de graça para quem tem fome e quiser comer. Por trás da ideia de socializar comida, especialmente entre os que não podem pagar por ela, o Banquetaço que acontece nesta quarta-feira (27) em Natal e em outras 14 capitais do país simboliza a luta da sociedade pela comida saudável, sem agrotóxicos e em defesa da manutenção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), órgão extinto pelo governo Bolsonaro através da medida provisória 870/2019, logo no primeiro dia de 2019.

A iniciativa prevê a distribuição de mais de 15 mil refeições em todo o país, em sua maior parte preparadas com produtos da agricultura familiar e agroecológica.

Os ativistas que encamparam a ideia do Banquetaço temem que a extinção do Consea enfraqueça a fiscalização dos alimentos no país, uma vez que todas as políticas públicas voltadas para segurança e diversidade alimentar no Brasil passavam pelo controle do Consea.

*A gastróloga e ativista da UFRN Gabriela Sales explica a origem do Banquetaço e faz o convite à participação de toda a sociedade natalense:

Em Natal, o Banquetaço ocorre a partir das 12h na Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Cecafes). O cardápio está sendo produzido para 400 pessoas e terá feijoada, feijoada vegana, baião de dois, vaca atolada, bolo de milho com goiabada e doce de banana com castanha de caju e canela.

Além da comida haverá uma extensa programação cultural com apresentação do ator Rodrigo Bico, feira de artesanato e exposição do artista plástico Gil Leal. O Banquetaço será aberto oficialmente ao meio-dia com o batuque do grupo Pau e Lata. No palco principal, a partir das 12h10 se revezam os seguintes artistas: Ardu, Dj Alice Carvalho x Jams, Felipe Nunes, Dj Russo, Bruna Hetzel, Marco Antônio, Henrique Pacheco e Juscelino, Rafa Brito, Rodrigo Pessoa e Juscelino, Zé Caxangá e seu Conjunto e Skarimbó. A programação conta ainda com dança de Rua, Cia. de Dança do TAM e Palhaço Fino (Tropa Trupe)

Já existem 66 emendas à MP 870 em reivindicando a volta do Consea

O Banquetaço é um movimento político suprapartidário, que mobiliza a sociedade civil em defesa da boa alimentação. Em um cenário em que aumenta a fome no país, os ativistas pretendem chamar a atenção da população e dos políticos para a importância da permanência do CONSEA e das demais instâncias e programas da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, que vêm sendo rapidamente desmontadas. A ideia é reverter o processo.

Das 541 emendas feitas à MP 870 (que reorganiza a estrutura da presidência e dos ministérios), 66 reivindicam a volta do CONSEA, o que corresponde a 12 % delas.

As emendas foram apresentadas por deputados federais e senadores de diferentes partidos que compreenderam que o fim da fome no Brasil e o acesso à alimentação da população deve estar acima de qualquer diferença política. Essa também é a visão de pessoas e organizações do Brasil e todo o mundo. Mais de 30 mil assinaturas, nacionais e internacionais, foram reunidas em um abaixo assinado de iniciativa da FIAN, organização da sociedade civil pelo Direito Humano à Alimentação e Nutrição Adequadas, contra a extinção do conselho, e entregues à presidência da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e ao Ministro de Estado da Cidadania para serem anexados ao processo de análise da MP.

* A professora do Departamento de Nutrição da UFRN Michelle Jacob explica em vídeo qual é a importância do Consea no país

* Depoimentos da gastróloga Gabriela Sales e da professora Michelle Jacob foram concedidos à equipe de comunicação da Adurn-Sindicato

Confira os estados com locais e horários já confirmados para o evento do dia 27 de fevereiro:

ALAGOAS

Maceió
Hora: 9h às 13h
Local: Praça D. Pedro II (Praça da Assembleia Legislativa – Centro)

BAHIA

Porto Seguro
Hora: 12h às 15h
Local: Reserva Indígena Pataxó da Jaqueira

Salvador
Hora: 8h às 12h
Local: Praia Porto da Barra – Casa Ninja Bahia

CEARÁ

Fortaleza:
Hora: 8h às 10h
Local: Rua Azevedo Bolão, 2300 Loja 02 – Bairro Parquelândia
Hora: 09h – 11h
Local: Praça Mano Albano – em frente ao Restaurante Popular – Bairro Parangaba
 
DISTRITO FEDERAL
 
Brasília

Hora: 12h às 14h
Local: Calçada entre o CONIC e o CONJ NACIONAL

ESPÍRITO SANTO
Vitória
Hora: 10h às 13h
Local: Praça Costa Pereira (Centro)

GOIÁS

Goiânia
Hora: 09h às 14h
Local: Em frente ao Grande Hotel, na Avenida Goiás, Centro

MARANHÃO

São Luiz
Hora: 12h às 14h
Local: Em frente à Igreja Santo Expedito, Bairro Liberdade

MATO GROSSO DO SUL
 
Campo Grande
Hora: 11h às 13h
Local: Em frente à Praça do Radio Clube Cidade
 
MINAS GERAIS
 
Belo Horizonte
Hora: 12h às 16h
Local: Embaixo do Viaduto Santa Tereza

Juiz de Fora
Hora: 12h às 15h
Local: Em frente ao Cine Teatro Central
Lavras
Hora: 11h às 13h
Local: Praça Dr. Augusto Silva

Poços de Caldas
Hora: 11h às 13h
Local: Em frente ao Itaú da Assis

Viçosa
Hora: 17h às 20h
Local: Feira da Economia Solidária e Agricultura Familiar – Quintal Solidário

PARAÍBA
 
João Pessoa
Hora: 8h às 12h
Local: Parque Solon de Lucena (Lagoa)

PARANÁ

Curitiba
Hora: 9h às 14h
Local: ALEP (9h), Praça Nossa Sra Salete – Centro Cívico (11h30)

PERNAMBUCO

Recife

Hora: 12h às 15h
Local: Em frente ao Armazém do Campo, Av Martins de Barros, 387

RIO GRANDE DO NORTE

Natal
Hora: 12h às 17h
Local: CECAFES – Central de Com da Agric Fam. e EcoSol
(Jaguarari x Mor Gouveia)

RIO GRANDE DO SUL
 
Porta Alegre
Hora: 12h às 15h
Local: Praça da Matriz
 
RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro
Hora: 11h às 16h
Local: Largo da Carioca

SANTA CATARINA

Florianópolis
Hora: 12h às 17h
Local: Largo da Catedral Metropolitana
 
SÃO PAULO

Botucatu
Hora: 12h às 14h
Local: Praça do Bosque, Rua Armando de Barros

Ribeirão Preto
Hora: 9h às 12h
Local: Praça XV

Santos
Hora: 10h às 12h
Local: Praça Mauá – Centro

São José dos Campos
Hora: 12h às 15h
Local: Centro, lado da Igreja S. Benedito/Praça Afonso Pena

São Paulo
Hora: 12h às 15h
Local: Praça da República

SERGIPE
Aracajú
Hora: 10h às 14h
Local: Praça Fausto Cardoso
 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *