DEMOCRACIA

Nelson Teich pede demissão do ministério da Saúde antes de completar 1 mês no cargo

O ministro da Saúde Nelson Teich pediu demissão nesta sexta-feira (15). Ele substituiu o médico Luiz Henrique Mandetta em 17 de abril e estava há menos de um mês no cargo. A demissão foi confirmada pelo Ministério da Saúde. Uma coletiva de imprensa está agendada para acontecer nas próximas horas. É a segunda troca na pasta durante a pandemia. De acordo com informações do portal Uol, o general de divisão Eduardo Pazuello pode assumir o Ministério.

O Brasil já registrou 14.131 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Mais de 207 mil brasileiros já foram infectados pelo novo Coronavírus.

Assim como seu antecessor, nos últimos dias, Teich entrou em rota de colizão com o presidente da República. Ele chegou a ser avisado durante uma entrevista coletiva de mudanças na lista de atividades essenciais divulgadas pelo Governo Federal.

O uso da hidroxicloroquina também foi motivo de divergência entre o ex-ministro e Bolsonaro. O presidente quer alterar o protocolo do SUS e permitir a aplicação do remédio desde o início do tratamento.

Nelson Teich foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto nesta manhã. Ele esteve com Bolsonaro e depois voltou para o prédio do Ministério da Saúde. A demissão foi anunciada logo depois.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"