+ Notícias

No Brasil, Obama pede valorização da educação

Em um dia marcado por protestos em defesa à educação brasileira, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama palestrou para 10 mil pessoas em São Paulo, nesta quinta-feira (30), e defendeu a importância do investimento na área para o desenvolvimento do país.

“Dar educação e serviços sociais não é caridade” e “se um professor só ganha um décimo ou um centésimo do que ganha um investidor, a educação não está valorizada o suficiente”, afirmou o democrata em um evento sobre inovação digital, para um público formado em boa parte por empresários conservadores.

O democrata ainda defendeu a necessidade da inclusão de minorias, especialmente mulheres e negros, na sociedade e política.

Se afro-brasileiro não são incluídos, o país está desperdiçando talento. Se mulheres não estão incluídas estão desperdiçando talentos”, disse.

Segundo Obama, em todas as reuniões de seus oito anos de governo, sempre havia uma mulher presente. “Se sua organização só tem brancos que parecem iguais, você está perdendo algo”, afirmou.

Ovacionado por uma plateia que chegou a pagar R$ 2.500 reais para ouví-lo, o ex-presidente afirmou que todo cidadão, inclusive o empresário, deveria ficar feliz por pagar impostos, pois são o investimento para que negócios sejam bem-sucedidos, além de permitir a implementação de políticas públicas.

Quem não gosta de pagar impostos, deveria mudar para um país que o Estado não funciona para ver como é”, disse.

Barack Obama ainda criticou a política de armas dos Estados Unidos e se mostrou triste por não ter conseguido alterá-la. Também defendeu a necessidade de preservação do ambiente.

Falando sobre oportunidades, Obama relembrou uma visita ao Rio de Janeiro, quando era presidente:

Quando estive no Rio, joguei bola com crianças na favela e elas se pareciam muito comigo quando criança. A diferença é que tive oportunidades”, disse o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *