TRANSPARÊNCIA

Nordeste tem a menor proporção de evangélicos no país, segundo Datafolha

Anúncios

Única região do país onde Jair Bolsonaro não venceu Fernando Haddad no 2º turno das eleições presidenciais de 2018, o Nordeste tem a menor proporção de evangélicos do Brasil. É o que aponta a pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (13).

Segundo o levantamento, o Nordeste concentra 27% do segmento evangélico brasileiro. A região onde há mais fiéis desta religião é a Norte, onde estão 39% dos evangélicos do país. O Centro-oeste (33%), Sudeste (32%) e Sul (30%) completam a lista.

Entre os evangélicos, 48% do segmento ganha até dois salários mínimos.

A pesquisa Datafolha realizou 2.948 entrevistas em 176 municípios de todo o país entre 5 e 6 de dezembro de 2019. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Anúncios

Apesar do crescimento do segmento evangélico, 50% da população ainda se reconhece católica (nos anos 1980 os católicos chegavam a 90%). A fatia dos evangélicos corresponde a 31% do país. Os cidadãos que não se reconhecem em nenhuma religião chega a 10%, seguido dos espíritas (3%), umbanda, candomblé e outras religiões de matriz africana (2%), outra (2%), ateus (1%) e judaica (0,3%).

Outro dado importante da pesquisa é o perfil dos evangélicos. A maioria do segmento é formado por mulheres, negras e da região Norte. Ao todo, 58% dos fiéis está representada nessa fatia. O número é seis pontos percentuais acima da parcela feminina do Brasil, hoje em 52%.

Em congregações neopentecostais, onde estão a Universal do Reino de Deus e a Renascer em Cristo, a participação desse perfil de mulheres chega a quase 70%.

Fonte: Com informações do jornal Folha de S.Paulo

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *