CIDADANIA

Nova lista suja de trabalho escravo denuncia 209 empregadores

Anúncios

O Ministério do Trabalho divulgou neste mês de outubro que 2.879 funcionários foram submetidos por seus empregadores a exercer atividades laborativas sob condições degradantes e desumanas entre 2005 e 2018. A nova lista suja de trabalho escravo denuncia 209 empregadores pela prática desse crime. Cinquenta delas não estavam na lista nos anos anteriores.

Entre as empresas flagradas pelos auditores fiscais do trabalho estão a Spal Indústria Brasileira de Bebidas S.A, fabricante da Coca-Cola, e o grupo empresarial do setor têxtil Via Veneto, detentor de marcas de grife como a Brooksfield e a Harry’s e que possui uma rede de lojas presente em todo o país.

Confira a lista suja completa aqui.

Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *