OPINIÃO

O essencial é invisível aos olhos (mas não aos músculos e ao Instagram)

Mais que um clássico da literatura, já virou um clichê de internet e diários de adolescentes a citação de “O pequeno príncipe”, do francês Antoine de Saint-Exupéry: “O essencial é invisível aos olhos”. Por mais que a frase também pareça lavra de Paulo Coelho ou da Xuxa, é inegável que se trata de uma verdade. Na verdade, o debate sobre o que é ou não essencial daria muitos textos como esse.

Mas, para os ilustres vereadores da Câmara Municipal de Natal ainda no apagar das luzes da legislatura passada, que acabou em 31 de dezembro, o essencial é bem mais do que o invisível aos olhos. Na verdade para os edis, as academias de ginástica são essenciais, ou pelo menos assim foram inclusas no no grupo de atividades essenciais que devem ficar abertas em plena pandemia, conforme foi aprovado em sessão ordinária.

Na verdade, trata-se do Projeto de Lei Nº 316/2020 de autoria do vereador César de Adão Eridan que reconhece as academias de ginásticas, estúdios de musculação, de esportes, artes marciais e congêneres de pequeno, médio e grande porte, voltados à atividade física, como serviço essencial à saúde pública. Não duvido que atividades físicas e esportes sejam fundamentais, mas… para a Saúde pública? Trata-se de atividades individuais, muitas vezes praticadas com intenções estéticas, e não de saúde, o que nem vem ao caso, mas, apenas registrando.

Quando eu era criança pequena lá em Barbacena, Saúde Pública era outra coisa. Dizia respeito ao SUS, a políticas públicas sanitárias desenvolvidas pelos gestores. Vacinação em massa, por exemplo.

Deve ser efeito da modernidade, da pós-verdade ou ainda no novo Brasil surgido após o golpe de 2016. Com todo o respeito aos profissionais das academias que, seu eu, lutam para manter os estabelecimentos abertos e gerar empregos e impostos, uma coisa é a luta pelo pão nosso de cada dia, outra é a consciência do que é ou não essencial para a coletividade.

Se bem que numa cidade como Natal, postar fotos no Instagram em academias parece mesmo ser essencial. Que assim seja. Há muito Natal reescreve todas as máximas de Exupéry.

Segue o jogo.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *