OPINIÃO

O Goiabeira 2019: alunos do curso de arquitetura e urbanismo da UFRN e o plano diretor de Natal

Ludicamente conhecida dentro do Departamento de Arquitetura (DARQ-UFRN) como “O Goiabeira”, a Semana Acadêmica de Arquitetura e Urbanismo da UFRN (SemanAU) promove a integração, diálogo, troca de experiências e saberes entre estudantes de universidades do Rio Grande do Norte – além de profissionais da área – sobre prática profissional, ensino, pesquisa e extensão em Arquitetura e Urbanismo. Organizada pelos alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo (CAU-UFRN), com apoio da sua Coordenação e Departamento a 19ª edição do evento acontece entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro de 2019, nas instalações do Setor de Aulas IV e Laboratório de Arquitetura da UFRN, ambos no Centro de Tecnologia.

Motivados pelo processo de revisão do Plano Diretor de Natal (PDN), iniciado ainda em 2017, mas apenas neste ano retomado com uma concreta e acelerada agenda de audiências, oficinas e grupos de trabalho, O Goiabeira se propõe a discutir “Passos e espaços: quem planeja os seus?”. O tema geral se conecta com a atual demanda de debates sobre o planejamento urbano municipal, seguindo a metodologia de ensino praticada no CAU-UFRN, que incorpora as discussões teóricas à realidade da atuação técnica e comunitária observadas nas ruas e bairros da cidade de Natal. Além disso, consolida a atuação histórica da UFRN – através de seus diversos cursos, projetos, programas e ações – nas lutas urbanas, acompanhando os movimentos sociais e estabelecendo diálogos propositivos com o poder público.

Distribuída em quatro eixos temáticos, a programação da SemaAU propõe palestras, oficinas, minicursos, mesas redondas, vivências e momentos plenos para discutir a “Cidade Planejada”, a “Cidade Real” a “Cidade Digital”, por fim, “Repensando a Cidade”. Conduzindo as discussões do primeiro dia do evento e fazendo referência à revisão do PDN, a Cidade Planejada apresenta aos participantes o principal instrumento de efetivação da política urbana no nível do município e a perspectiva de alcance do Direito à Cidade através da aplicação de seus instrumentos. Ainda sob esta ótica, a verticalização indiscriminada da orla – ponto de pauta do atual processo de revisão da lei – é discutida sob olhar multidisciplinar.
No segundo dia de atividades, muitas vezes conformada em paralelo aos marcos legais, a Cidade Real põe em evidência a realidade da população em situação de rua, os desafios, conquistas e possibilidades da Habitação de Interesse Social (HIS), bem como as intervenções individuais e coletivas que resistem à precarização do espaço público contemporâneo. Finalizando o dia, o debate sobre a Lei de Assistência Técnica à HIS pretende, em seu aniversário de 11 anos, apontar o que já aprendemos e quais são os caminhos que se revelam para que a Arquitetura e Urbanismo sejam acessíveis, de fato e não apenas de direito, para todos.

O terceiro dia dO Goiabeira conduz a escala de observação do urbano para contemplar o debate da tecnologia projetual e construtiva na Cidade Digital, promovendo desde oficinas práticas de concepção e representação (digital e física) de projetos arquitetônicos e urbanos à vivência em obra de reforma e ampliação – em andamento – de importante marco arquitetônico e histórico para Natal, o Museu da Rampa.

Acumulando as discussões da semana, o evento constrói o momento Repensando a Cidade, retomando alguns dos temas mais caros aos estudantes para trilhar caminhos para a transformação urbana, como o debate acerca do direito urbanístico, da apropriação dos espaços públicos e privados na cidade, da garantia à moradia digna e, finalmente, do papel social do Arquiteto e Urbanista.

Este último tema, na verdade, permeia a construção de todos os eixos temáticos do evento e busca orientar as trocas realizadas durante a SemanAU, contribuindo para engajar estudantes, profissionais e egressos das mais diversas áreas do conhecimento que se relacionam ao espaço urbano, no debate técnico, social e comunitário sobre a cidade que queremos e sonhamos construir.

Confira a seguir a programação inicial dO Goiabeira e participe!

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *