OPINIÃO

O que Álvaro Dias fala não se escreve

O prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (25) que a praia de Ponta Negra é uma das mais bonitas do Brasil. A declaração foi dada em entrevista durante visita a praia ao lado do ministro de Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, que anunciou a liberação de R$ 39 milhões para o projeto de engorda da principal orla urbana da capital.

O elogio de Álvaro Dias a Ponta Negra seria natural e passaria despercebido não tivesse o próprio prefeito criticado justamente a beleza da praia durante audiência na Câmara Municipal, em setembro de 2019, onde o foco era a revisão do Plano Diretor.

Na ocasião, Dias classificou a orla de Natal como “retrógrada, feia, decadente, que depõe contra nós e que contribui para que os turistas tenham uma visão equivocada da cidade”.

No encontro com os vereadores, o prefeito também afirmou na época que não recomendaria a ninguém uma visita às praias de Natal, entre elas Ponta Negra, por óbvio.

O que Álvaro Dias fala não se escreve, diria aquele ditado popular.

Mas o que fez o prefeito mudar de ideia apenas nove meses depois ?

As eleições municipais.

Para se vender aos eleitores como um bom prefeito, Álvaro Dias precisa valorizar a beleza do principal cartão postal de Natal. Nenhum candidato à reeleição ficaria bem na foto metendo o pau na própria cidade que administra.

Por outro lado, para justificar a aberração que é o projeto de revisão do Plano Diretor defendido pela prefeitura apoiado pelos empresários do setor imobiliário, Dias esculhamba a orla para impor a narrativa de que o que está ruim precisa mudar. E uma das mudanças defendidas pelo prefeito é a construção de prédios à beira-mar, privatizando o acesso à vista da praia pelos moradores da cidade.

Em qual Álvaro Dias você acreditaria ?

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *