OPINIÃO

O que esperar da (diversificada) bancada potiguar na Câmara Federal?

Na eleição de outubro passada, percebemos que os eleitores potiguares resolveram renovar a bancada na Câmara Federal. Apenas metade dos 8 deputados federais apenas foram reeleitos: Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB), Fábio Faria (PSD) e Beto Rosado (PP), este último diplomado apenas após ação no TRE e TSE e recontagem de votos depois de querela judicial (na eleição, a vaga foi dada para Fernando Mineiro, do PT).

Quatro novos deputados potiguares chegam a Câmara a partir deste dia 1 de fevereiro: Benes Leocádio (PTC), Natália Bonavides (PT), General Girão (PSL) e João Maia (PR). Maia já foi deputado entre 2011 e 2014.

Registrando que os deputados federais com mandatos Felipe Maia, Zenaide Maia e Antônio Jácome não tentarão reeleição (Felipe porque “abriu” vaga para o pai, José Agripino, não eleito, Zenaide e Jácome por tentarem o Senado, sendo que ela obteve êxito, ele não). Rogério Marinho não conseguiu reeleição.

Com uma bancada tão diversificada, com oito deputados de oito partidos diferentes, o que podemos esperar dela, de maneira geral?

Em primeiro, justamente uma diversidade de focos, bandeiras e prioridades. Se não haverão muitas surpresas em relação aos mandatos burocráticos de Fábio (agora sem o pai governador ou vice), de Walter (igualmente sem o pai senador), Rafael (com o pai Ricardo Motta às voltas com a Justiça potiguar) e Beto (com a tia e madrinha política Rosalba Ciarlini em crise político-administrativa), em relação aos outros 4 parlamentares poderemos esperar bastante coisa.

Uma das surpresas da eleição, sendo a segunda mais votada para a Câmara Federal, Natália chega a Brasilia como a tão esperada e preconizada renovação do PT potiguar. Deverá usar muito a palavra em plenário, levantar as bandeiras progressistas que usou na Câmara de Natal e ser um apoio evidente ao Governo Fátima Bezerra.

Do lado oposto do prisma, Girão será a voz conservadora potiguar na Câmara. Defenderá pautas ligadas à “família e bons costumes” e na medida do possível e dos acontecimentos, o Governo Bolsonaro/Mourão.

Deputado mais votado em 2018, Benes será a voz dos prefeitos norte-riograndenses em Brasília. Ex-presidente da Femurn e com amplo conhecimento do movimento municipalista, conduzirá o mandato basicamente neste sentido.

Único representante de Mossoró e região Oeste, Beto Rosado deverá manter essa política, de conseguir emendas para aquela área e manter as bases e apoios de prefeitos. De perfil mais conservador, com parte da família oriunda do agronegócio, Beto deverá defender os interesses dos produtores rurais.

Já João Maia será uma incógnita. Com a irmã senadora Zenaide devendo se pautar cada vez mais à Esquerda e o cunhado Jaime Calado como secretário do Governo Fátima, é de se pensar que Maia penderá para um mandato mais progressista, ou ao menos sem aderir a bandeiras conservadoras.

O que se sabe é que existe uma tendência forte da bancada se manter unida em prol dos interesses do Estado do Rio Grande do Norte. Demonstração disso foi a reunião da bancada realizada pela governadora Fátima Bezerra há dez dias, que contou com presença maciça da bancada (as faltas foram Walter e Fábio, e entre os senadores, Styvenson Valentim). Ainda assim, é certo que Fátima vai conseguir dialogar sem dificuldades com Walter e Fábio, inclusive antigos aliados durante os governos Dilma Rousseff e no estado, Robinson Faria.

Na semana que vem, analisaremos a bancada dos três senadores, todos marinheiros de primeira viagem nas águas do céu senatorial.

E para efeito de lembrança e registro, segue abaixo a votação dos deputados federais eleitos:

Benes Leocádio (PTC) – 125.841 (7,82%)
Natália Bonavides (PT) – 112.998 (7.02%)
João Maia (PR) – 93.505 (5,81%)
Rafael Motta (PSB) – 82.791 (5,14%)
General Girão (PSL) – 81.640 (5.07%)
Walter Alves (MDB) – 79.333 (4,93%)
Beto Rosado (PP)  – 71.092 (4,42%)
Fábio Faria (PSD) – 70.350 (4,37%).

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *