DEMOCRACIA

Operação fura-fila: Deputado Souza (PSB) é investigado de participar de esquema que burlou sistema SUS no RN

O deputado estadual Souza (PSB) está sendo acusado de envolvimento no esquema ilegal que atuava furando a fila de marcação de exames e consultas do Sistema Único de Saúde no Rio Grande do Norte.

A pedido do Ministério Público Estadual, policiais militares cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do parlamentar. Ele é investigado pela prática de peculato eletrônico, falsidade ideológica e corrupção passiva.

De acordo com o blog do BG, o MP chegou a pedir a prisão de Souza, mas o Tribunal de Justiça negou. Informações divulgadas pela assessoria do MP afirmam que o TJ do RN “afastou o foro por prerrogativa de função do deputado porque os crimes investigados em nada têm a ver com as atribuições parlamentares de Souza, conforme previsto na Constituição do Estado do Rio Grande do Norte e no Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Estado”.

Souza Neto exerce atualmente o segundo mandato na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Foi vereador, vice-prefeito e prefeito do município de Areia Branca por duas vezes. Está filiado ao PSB, partido controlado no Estado pelo deputado federal Rafael Motta.

O parlamentar é suspeito de manter contato direto com o vereador de Parnamirim Diogo Rodrigues, preso na ação, para que fossem inseridos nomes de interessados no Sistema do SUS.

Policiais militares cumpriram mandados de busca e apreensão em vários municípios do RN / foto: cedida

Rodrigues é ex-diretor da central de regulação de consultas e exames de Parnamirim, ligado à secretaria municipal de Saúde do município, na gestão do prefeito Rosaldo Taveira da Cunha (PRB).

Diogo Rodrigues da Silva foi o segundo vereador mais votado de Parnamirim, com 2.266 votos. Ele é filiado ao PSD, partido dirigido no Estado pelo ex-governador Robinson Faria e pelo ministro das Comunicações Fábio Faria.

O MP ainda não detalhou a operação, que cumpriu dois mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e ainda outros 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Monte Alegre, Areia Branca, Brejinho, Frutuoso Gomes, Rafael Godeiro e Passa e Fica.

 

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *