DEMOCRACIA

Oposição anuncia obstrução na pauta do Câmara até Governo reverter cortes na Educação

Os partidos de oposição ao governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados decidiram obstruir a pauta de votações na Casa até que o governo volte atrás na decisão de cortar os orçamentos das universidades, institutos e colégios federais.

Os partidos que compõe oficialmente a oposição ao governo Bolsonaro são PT (55), PSB (32), PDT (25), PSOL (10), PCdoB (9), PROS (8) e Rede (1) que, juntos, contam com 142 parlamentares.

A obstrução é um recurso utilizado por parlamentares em determinadas ocasiões para impedir o prosseguimento dos trabalhos e ganhar tempo. Em geral, os mecanismos utilizados são pronunciamentos, pedidos de adiamento da discussão e da votação, formulação de questões de ordem, saída do plenário para evitar quorum ou a simples manifestação de obstrução, pelo líder, o que faz com que a presença dos seus liderados deixe de ser computada para efeito de quorum.

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) gravou um vídeo do plenário da Câmara informando a decisão. Segundo ela, nenhuma votação irá adiante até que o Governo se posicione:

– Na reunião da Frente Parlamentar em Defesa das Universidades decidimos que vamos obstruir a pauta no plenário como protesto enquanto não forem revertidos os bloqueios que foram feitos. Assim nos somamos aos estudantes, professores e trabalhadores da Educação que estão no Brasil inteiro se manifestando e protestando contra os cortes que, como a gente sabe, vão comprometer o funcionamento dessas instituições.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *