TRANSPARÊNCIA

Palavra final sobre retorno das aulas presenciais nas escolas particulares é do Governo, avisa secretário de Educação

O secretário de Estado de Educação Getúlio Marques anunciou nesta quinta-feira (30) que o retorno das atividades de escolas privadas será definido pelo Governo do Estado. A atitude se deu após a prefeitura de Natal anunciar a volta presencial desse setor no município, para 10 de agosto, e depois voltar atrás.

O prefeito de Natal Álvaro Dias (PSDB) havia anunciado na manhã de quarta-feira (29) a retomada das atividades letivas das escolas privadas em 10 de agosto e da rede municipal em 14 de setembro. Após pressão por parte dos professores e da população, ele recuou.

Getúlio Marques afirmou  que não há previsão para retorno para as aulas presenciais:

“Houve decisão unânime. Até o dia 17 de agosto não há condições sanitárias para o retorno. Em reunião com o comitê científico, houve a recomendação da suspensão. Apesar de percebermos uma evolução em comparativo aos demais estados, não há uma situação favorável para o retorno as aulas, comparado ao dia que paramos, quando o RN registrava 2 a 3 mortes por dia”, esclareceu.

O secretário da Educação aproveitou para reafirmar que quem definirá as datas favoráveis para o retorno será o comitê científico. Mas, adiantou que “antes do final de agosto não haverá o retorno”.

Sesap divulga nova análise do boletim epidemiológico

A secretaria de Saúde Pública divulgou nesta quinta-feira (30) um boletim epidemiológico com gráficos detalhados por municípios. Na visão gráfica, é possível constatar quais municípios estão evoluindo ou regredindo, para que o Governo do Estado possa atuar. De acordo com o poder Executivo, essas informações estarão disponíveis ao público semanalmente.

A subcoordenadora de vigilância em saúde Alessandra Luchessi disse que, na primeira análise divulgada, a Sesap identificou que houve uma queda na maioria dos municípios quanto aos casos confirmados. No entanto, alguns apresentam uma elevação, o que reforça a necessidade da atuação do Governo:

“Conseguimos verificar que, apesar do delay com a entrada da informação, nós temos municípios que apresentam um aumento nos números de casos. A gente vem ressaltando que as ações da Sesap têm sido direcionadas princiapalmente a esses municípios. Então, o apoio técnico permanece acontecendo de forma eficiente e pretende potencializar o trabalho que vem sendo feito pelos municípios”, afirmou.

Alessandra Luchessi reafirmou que não é momento de relaxamento de medidas e que o “momento é de co-responsabilização entre os municípios e o estado para ter melhores resultados”.

O novo boletim pode ser consultado no site da sesap.

Números da pandemia

O Rio Grande do Norte conta com 49.667 casos confirmados, 61.800 casos suspeitos e 1.750 óbitos. Desses, 7 foram registrados nas últimas 24 horas. Ainda há 185 casos de mortes em investigação e 78.818 casos suspeitos de infecção foram descartados. As informações são do boletim epidemiológico da Sesap e pode ser consultado no site.

Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *