DEMOCRACIA

Paulo Guedes retira o potiguar Rogério Marinho do Conselho Fiscal do Sesc

Depois do desgaste público entre o Ministro da Economia, Paulo Guedes, e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o nome dos dois voltou a público nesta quinta (15). Em uma portaria publicada no Diário Oficial da União de hoje, Guedes fez mudanças nos membros do Conselho Fiscal do Sesc (Serviço Social do Comércio). Ele dispensou o potiguar Rogério Marinho do Conselho como representante do Ministério da Economia e nomeou o general Luiz Eduardo Ramos que, atualmente, é ministro-chefe da Secretaria de Governo.

O Conselho Fiscal, como o nome indica, é responsável pelo controle interno e por fiscalizar as contas do Sesc. O órgão tem jurisdição sobre a instituição em todo o território nacional e é formado por representantes do Governo, trabalhadores, além de empresários do setor de comércio de bens, serviços e turismo. Ao todo, o Conselho Fiscal é formado por quatro indicados do Governo Federal, um das centrais sindicais para representar os trabalhadores e dois pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Entre os meses de abril e maio, Rogério Marinho teria deixado de ser o braço direito de Paulo Guedes e teria passado a disputar espaço com o Ministro da Economia por causa de divergências na elaboração de um plano de retomada do crescimento. Enquanto Marinho defendia a flexibilização do teto de gastos para liberar recursos para investimentos em obras, Guedes defendia a manutenção do teto para contenção dos gastos públicos.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *