DEMOCRACIA, Principal

Pesquisa Certus/FIERN: Fátima venceria no 1º turno; Haddad ultrapassa Ciro Gomes  

Na primeira pesquisa de intenções de voto para o Governo do Estado divulgada pelo Instituto Certus em parceria com a FIERN após o início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, a senadora Fátima Bezerra (PT) ampliou a vantagem sobre o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) e, se a eleição fosse hoje, venceria as eleições no 1º turno, uma vez que o percentual de votos válidos obtidos por Fátima é maior que a soma dos demais candidatos juntos.

A pesquisa divulgada neste domingo (2) foi realizada entre os dias 24 e 27 de agosto e como o horário eleitoral começou em 31 de agosto não mediu a influência na propaganda gratuita veiculada no rádio e na TV.

A petista apareceu na pesquisa com 32,84% das intenções de voto contra 15,74% de Alves. Em comparação com a pesquisa anterior, divulgada em 29 de julho, Fátima cresceu acima da margem de erro. A senadora havia sido citada por 29,15% dos entrevistados um mês atrás, ou seja, subiu 3,69%.

Já o candidato do PDT manteve a tendência das últimas pesquisas e estagnou. No final de julho, Carlos Eduardo tinha 15,39% e cresceu, dentro da margem de erro, apenas 0,39%.

O atual governador Robinson Faria (PSD), que tenta a reeleição, foi citado por 8,37% dos entrevistados e cresceu pouco, também dentro da margem de erro. Faria tinha 6,31% em 29 de julho e subiu 2,06%.

O 4º colocado é o ex-prefeito de Olho D’Água dos Borges Brenno Queiroga (Solidariedade), que obteve 1,56% das menções na pesquisa. Há um mês, Queiroga havia sido citado por 0,78% dos entrevistados e subiu 0,78%.

O percentual de eleitores que disseram não votar em nenhum dos candidatos foi de 29, 08% e 9,86% dos entrevistados afirmaram que ainda não escolheram o candidato.

Fernando Haddad ultrapassa Ciro Gomes no RN

 A pesquisa do instituto Certus/FIERN para presidente da República foram avaliadas um cenário com o ex-presidente Lula e sem o ex-presidente Lula. O petista cresceu acima da margem de erro em comparação à pesquisa de julho. Lula foi citado por 50,21% dos entrevistados. Um mês atrás o ex-presidente tinha 47,02%. O crescimento de Lula foi de 3,19%.

O que chama a atenção na pesquisa divulgada neste domingo (2), porém, é a perceptível transferência de votos para o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT). No cenário sem Lula, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 15,25% das intenções de votos e, segundo lugar, já aparece Fernando Haddad (PT), com 11,49% das menções. Em 29 de julho, a pesquisa do Instituto Certus/FIERN registrou 8,87% para “o candidato do PT” sem mencionar o nome de Haddad. Ele cresceu 2,62% como candidato petista e ultrassou o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), que tinha 11,70% e hoje apareceu com 10,28%. Quem cresceu acima da margem de erro foi a candidata da Rede Marina Silva, que subiu de 5,39% para 8,44%, um crescimento de 3,05%.

Jair Bolsonaro foi quem mais cresceu na pesquisa para a presidência da República. Ele tinha 9,57% das intenções de voto e apareceu neste domingo com 15,25%, um aumento de 5,68%.

Saiba Mais: Disputa para o Senado tem empate técnico entre 4 candidatos

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *