Principal

Potiguar Jardênia Felix é bronze no atletismo em Tóquio, aos 17 anos

Com apenas 17 anos, a potiguar Jardênia Felix garantiu pódio no atletismo com medalha de bronze nos 440 metros na classe T20, nesta terça (31). Ela fez a prova em 57segundos e 43 centésimos de segundos. Em primeiro lugar ficou com a norte-americana Breanna Clark (55s18) e em segundo, a ucraniana Yuliiia Schuliar (56s18).

Jardênia é a mais jovem atleta entre os potiguares e a mais nova na delegação do atletismo da seleção brasileira. Ela treina em Natal, chegou a se mudar para São Paulo para treinar no Centro Paralímpico, mas por causa da pandemia da covid-19, acabou voltando pra capital potiguar. Jardênia ainda pode trazer outra medalha já que nessa quarta (3) ela volta a competir às 7h, pelo horário de Brasília, no salto em distância.

A atleta do Rio Grande do Norte competia no atletismo convencional até 2016, mas mudou para o paraolímpico depois que um de seus técnicos observou alguns sinais de deficiência intelectual. Depois de mudar a categoria, Jordânia foi medalha de bronze em 2019 nos 100m e 200m no INAS Global Games.

Foto: reprodução redes sociais da atleta

Medalhistas potiguares

Joana Neves levou bronze na natação no revezamento 4x50m misto livre.

Thalita Simplício também garantiu medalha de prata para o Brasil nos 400m rasos na classe T 11.

Além disso, o Rio Grande do Norte ainda tem o capitão da seleção masculina de goalball, Romário Marques, na disputa pelo ouro. Depois de derrotar a Turquia nesta terça (31) por 9×4, o time avançou para as semifinais. O próximo jogo vai ser na quinta (2), às 5h45 pelo horário de Brasília, contra a Lituânia.

O Brasil estreou nas Paralimpíadas de Tóquio 2020 contra a Lituânia numa goleada de 11 x 2. Apesar do placar folgado, o jogo não deve ser fácil já que a Lituânia é atual campeã paralímpica e foi ouro na Rio 2016, quando o Brasil ficou com o bronze.

Quadro de medalhas

O Brasil, até esta quarta (1), está em 7º lugar no quadro geral de medalhas na Paralimpíada de Tóquio 2020, com 15 medalhas de ouro, 12 de prata e 21 de bronze, num total de 48 medalhas.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *