CULTURA

Prefeitura de Natal cancela Carnaval de rua em meio ao aumento de casos de covid e gripe

A capital do Rio Grande do Norte não terá festa pública de Carnaval por mais um ano. O cancelamento foi decidido nesta quarta-feira (12) diante do aumento de casos de covid-19 e gripe. A Prefeitura ainda não se pronunciou sobre a realização de eventos privados.

Na noite da terça-feira (11), a gestão se reuniu com o Comitê Científico Municipal de Combate à Covid-19 para avaliar o quadro atual da pandemia e discutir se haveria a festa. No entanto, o grupo não tomou nenhuma decisão ao final da reunião. Hoje, seguindo Álvaro Dias, o comitê se reuniu novamente e optou pelo cancelamento da festa:

“Tendo em vista que os índices de pessoas acometidas pelo coronavírus com essa nova variante ômicron, e também das síndromes respiratórias virais na nossa cidade, que tem aumentado constantemente, o comitê científico de Natal voltou a se reunir hoje [quarta-feira] e decidiu cancelar o carnaval na cidade”.

Álvaro Dias, prefeito de Natal

O prefeito da capital explicou que a decisão se deu também a exemplo de outras capitais do país que cancelaram o evento em 2022:
“Seguindo o exemplo de cidades que tem o carnaval consolidado, como Rio de Janeiro, Salvadore Olinda, vamos pensar e entender que a grande prioridade de qualquer gestor deve ser zelar pela saúde pública e pela vida de seus munícipes”, disse.

Sem conseguir atender à alta demanda por atendimento médico, a Prefeitura abriu nas últimas duas semanas dois Centros de Enfrentamento às Síndromes Gripais (no Cemure e no ginásio Nélio Dias). Os centros estão atendendo cerca de 600 pessoas por dia, oferecendo assistência médica e medicamentos.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais