CULTURA

Prêmio inspirado em poema de Zila Mamede estimula criação de mapa da fotografia no RN

O mapeamento da produção fotográfica potiguar é um dos objetivos do 1° Prêmio Margem de Fotografia. Como premiação, 10 ensaios serão selecionados para a publicação em livro e ainda participarão de duas exposições presenciais.

As inscrições estão abertas até o dia 31 de julho e, para participar, os fotógrafos precisam ter nascido no Rio Grande do Norte ou residirem no Estado há pelo menos três anos. O formulário de inscrição e os detalhes do edital podem ser acessados em www.margemfoto.com/premio.

O prêmio é organizado pelo Margem Hub de Fotografia, empresa de economia criativa que busca desenvolver ensino, pesquisa e a divulgação das artes visuais contemporâneas no Rio Grande do Norte.

A iniciativa compõe o projeto Atlas da Fotografia Emergente Potiguar que, além do prêmio, promoverá lives e outros conteúdos formativos sobre economia criativa, artes visuais e processos de criação em fotografia.

“A grande pergunta que a gente busca responder com o projeto é saber quem são os agentes da fotografia aqui no Estado, como está a cena da fotografia e como podemos ajudar na difusão desses trabalhos”, explica Paula Lima, uma das organizadoras da premiação.

Apesar do prêmio indicar tema livre para as fotos, uma das sugestões do edital é que os participantes busquem inspiração nos versos de “Onde”, poema da autora potiguar Zila Mamede. Os selecionados no prêmio vão compor uma coletânea com trabalhos de outros cinco fotógrafos convidados.

A primeira exposição dos trabalhos vencedores já tem data marcada, será em novembro na sede do Margem Hub, em Natal. A seleção dos trabalhos ficará a cargo de uma comissão de especialistas formada pela curadora Sanzia Pinheiro Barbosa e pelos artistas convidados: Sofia Bauchwitz, Pablo Pinheiro, Elisa Elsie, Jean Lopes e João Oliveira. A comissão contará ainda com a coordenação de Alexandre Sequeira, professor do Instituto de Ciências da Arte da UFPA.

O Prêmio Margem de Fotografia e o projeto Atlas da Fotografia Potiguar foram contemplados pelo edital de Economia Criativa do SEBRAE/RN, e também conta com o patrocínio de SICOOB RN, além do apoio de Bólide 1050, Editora Deu na Telha, Espaço Duas e Rede de Produtores Culturais de Fotografia do Brasil.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *