CIDADANIA

Deputada do RN denuncia ministro da Defesa de Bolsonaro por ameaça às eleições

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia contra o ministro da Defesa de Jair Bolsonaro, Braga Netto, por ameaça à realização das eleições de 2022.

De acordo com reportagem do jornal Estadão publicada nesta quinta (22), o ministro da Defesa enviou um interlocutor ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), informando que não haveria eleições em 2022, caso não houvesse voto impresso e auditável.  Pela denúncia apresentada por Bonavides, caso seja confirmada a conduta golpista do ministro, fica evidenciado o crime de responsabilidade cometido por ele, previsto na lei 1079/1950.

Na noite desta mesma quinta, Braga Netto se pronunciou publicamente negando as falas sobre uma possível ameaça às eleições. No entanto, o próprio presidente Bolsonaro já fez declarações públicas de mesmo conteúdo, ameaçando interditar o pleito de 2022, no caso de não haver voto impresso.

General da reserva, Braga Netto chegou ao Ministério da Defesa depois de uma crise militar provocada pela demissão do ex-ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, anunciada por meio de uma nota do ex-ministro que deixava nítida a tentativa do Governo Federal de cooptar as Forças Armadas para a sua política.

Natália Bonavides, deputada federal pelo RN

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *