CIDADANIA

CECAFES: Produção da agricultura familiar ganha versão delivery em Natal

Anúncios

Durante o período de isolamento social, diversas campanhas e iniciativas têm surgido para incentivar a compra de pequenos produtores e mercados locais, estes que sofrem o impacto da queda nas vendas de forma mais drástica. Entre os lugares que dispõem do serviço, está a Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Cecafes), que comercializa frutas, legumes, verduras, doces, geleias artesanais, carnes, grãos, chás e temperos. 

Quem puder contribuir e comprar os alimentos orgânicos, a loja virtual da Cecafes pode ser acessada aqui.

Mobilizados pela prevenção contra o coronavírus e pela necessidade de garantia do abastecimento, agricultores familiares criaram novo canal de vendas da produção. A partir desta semana, começa a funcionar o Delivery dos produtos e serviços da Central. A proposta já vinha sendo considerada como estratégia de negócio e acabou acelerada em razão atual cenário.

A comerciante Livânia Frizon conta que as vendas de almoço em seu restaurante self-service praticamente zeraram. A alternativa foi organizar quentinhas para não perder toda a renda do restaurante. “Normalmente, nós funcionamos com self service de almoço e também com café da manhã e jantar, o forte era o almoço. Agora as quentinhas e alguns pratos congelados como escondidinho e lasanha estão saindo no delivery, mas de uma forma bem tímida e pouca demanda“, conta a comerciante.

Cecafes comercializa frutas, legumes, verduras, doces, geleias artesanais e temperos. (foto: Vlademir Alexandre / Agência Saiba Mais)

De acordo com ela, uma das preocupações é com as duas funcionárias que trabalham em seu restaurante, o Delícias do Vale. São duas mulheres, uma é mãe de 7 filhos e a o outra, ex-presidiária. “Nesse momento, os menores produtores são os mais prejudicados e quebram primeiro, a central só pode ficar aberta para funcionar com delivery e a gente continua aqui, pois é nossa única fonte de renda”, disse Livânia, que trabalha na Cecafes desde que o lugar abriu, em 2012.

A constituição da CECAFES busca a viabilidade da agricultura familiar e sua reprodução econômica e social. O objetivo da cooperativa é a comercialização e a inserção em mercados potenciais da região e também em grandes centros consumidores. De forma a garantir o abastecimento alimentar populacional desses centros e mercados institucionais, enfatizando os preceitos da segurança alimentar e nutricional dos beneficiários.

A Central comercializa comida livre de aditivos químicos, nos restaurantes e vendas, os produtos são feitos de forma natural e artesanal. “Aqui os temperos são naturais, usamos muito o que tem dentro da central e tentamos nos ajudar, principalmente nesse momento de crise, para tentar sobreviver, até reduzimos o valor de algumas coisas pois sabemos que quem compra também paga entrega”, conta Livânia Frizon.

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Kamila Tuenia
Jornalista potiguar em formação pela UFRN, repórter e assessora de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *