DEMOCRACIA

Professor da UERN rebate deputado que defende privatização da universidade

Do portal Diário Político

O subchefe de Gabinete da reitoria da UERN, professor Esdras Marchezan, rebateu dados divulgados sobre a UERN pelo deputado Tomba Farias (PSDB) que defendeu a extinção da universidade durante uma entrevista em Natal.

De acordo com Marchezan, “em toda sua história a UERN nunca teve um orçamento de 380 milhões de reais, como afirmou o deputado. Ao dizer isso, ele demonstra total desconhecimento sobre um orçamento que ele mesmo, junto com os outros deputados, aprovou”. No ano passado, a UERN teve um orçamento em torno de R$ 247 milhões. A maior parte desses recursos fica com a folha de pessoal e custeio.

O professor afirmou que desde 2015 a UERN teve praticamente zero de recursos para investimento.

Em contato com o Diário Político, o professor disse ainda que 86% da comunidade da UFRN tem origem no Rio Grande do Norte, “o que mostra que são infundadas as afirmações do deputado de que 4,5 mil alunos da UERN seriam de outros estados”.

O Deputado Tomba é defensor da política de privatizações e alegou como justificativa o fato da UERN possuir metade dos alunos de outros Estados.

“Sobre o fato do parlamentar dizer que não é obrigação do Estado manter a universidade, recomendo que o deputado leia melhor a Constituição e entenda que em nenhum momento se fala em não-obrigatoriedade. Para se ter ideia, todos os estados da federação possuem universidades estaduais. A melhor instituição de ensino superior do País, por exemplo, é uma universidade estadual (USP), e nosso melhor ensino médio está nos IFs, mantidos pelo governo federal”, comentou Esdras Marchezan.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *