TRANSPARÊNCIA

Relator da CPI chama de “pirotecnia” quebra de sigilo da Sesap e diz que deputados sempre tiveram acesso à contas; Kelps ironiza

O deputado Francisco do PT, relator da CPI que investiga os contratos firmados pelo Governo Fátima durante a pandemia, classificou como “pirotecnia” o pedido pela Oposição da quebra do sigilo bancário das contas vinculadas à secretaria de Estado de Saúde Pública.

Segundo ele, os deputados que integram a comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa já têm acesso a todas as contas das secretarias e órgãos do Estado. Um dos membros da comissão, inclusive, é o deputado Kelps Lima (Solidariedade), presidente da CPI e autor do pedido.

– Efetivamente, essas informações já estão disponíveis para a ALRN e para qualquer deputado. A comissão de Fiscalização e Finanças já tem essa prerrogativa. Não sei a qual objetivo isso serve. E, com todo respeito, é mais um instrumento de pirotecnia”, declarou.

O secretário de Estado de Planejamento e Finanças Aldemir Freire informou pelo twitter que Kelps Lima tinha acesso ao sistema de gestão orçamentária e fiscal do Estado, em tempo real, desde junho de 2020. A Seplan chegou a enviar um email ao parlamentar do Solidariedade informando que seria necessário a troca da senha para que ele realizasse a primeira consulta ao sistema.

Ao final do segundo dia de depoimentos, questionado sobre a informação divulgada pelo Governo do Estado, Lima ironizou e disse que a quebra de sigilo das contas é necessário para apurar se há contas fantasmas vinculadas ao órgão da saúde:

– As conciliações das contas bancárias é para verificar se não tem nenhuma inconsistência. Essa semana um grupo foi condenado por uma conta fantasma no Idema. Se tiver contar fantasma não vai estar no sistema, só vamos saber com a quebra de sigilo. É melhor Aldemir Freire cuidar de botar os salários em dia e eu cuido da CPI”, disse.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *