TRANSPARÊNCIA

Rio Grande do Norte ultrapassa 100 mil casos confirmados de covid-19

Nesta quinta (10) o Rio Grande do Norte ultrapassou os 100 mil casos de pessoas com covid-19. Até o momento, são 101.209 casos confirmados, 47.919 suspeitos e 2.768 mortes provocadas pelo novo coronavírus, sendo 6 óbitos registrados nas últimas 24 horas.

O 1º caso de reinfecção por covid-19 ocorreu por tipos diferentes do vírus. A vítima é uma paciente potiguar de 37 anos. Ela é médica, mora e trabalha em Natal, mas também atua na Paraíba. Ela foi contaminada por dois tipos diferentes do vírus Sars-Cov-2, que provoca a covid-19. Os dois tipos do vírus  que contaminaram a médica são, justamente, os dois mais comuns dentre as seis que estão em circulação atualmente no país.

A contaminação por cepas diferentes é um dos indicativos da reinfecção. O retorno dos sintomas da doença em um mesmo paciente ou um segundo teste positivo para covid-19 não são suficientes para o diagnóstico de reinfecção. É preciso que a contaminação ocorra por diferentes tipos do vírus.

Além da paciente de 37 anos que é o primeiro caso de reinfecção por covid-19 confirmado pelo Ministério da Saúde no país, o estado ainda tem outros oito casos suspeitos que estão sendo investigados. Um deles, também seria de um profissional da saúde.

As informações foram repassadas durante uma coletiva de imprensa realizada no final da manhã de hoje com participação da Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) e da Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap). A paciente reinfectada por covid-19 fez três testes de RT-PCR, um no mês de junho com resultado positivo, outro em setembro com resultado negativo e o último em outubro, novamente com resultado positivo. Em nenhum momento a médica precisou ser internada, a paciente apresentou sintomas mais leves na reinfecção. Parentes da paciente também foram testados, mas os resultados deram negativo.

De acordo com o médico André Prudente, diretor do Hospital Giselda Trigueiro, há menos de 50 casos de reinfecção por covid-19 até o momento. Para facilitar o diagnóstico de possíveis reinfecções o Governo do Estado criou formulários para identificar pacientes que tenham apresentado mais de um resultado positivo de RT-PCR. A Sesap também quer identificar qual a cepa que mais circula no Rio Grande do Norte.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo