TRANSPARÊNCIA

RN chega a 73,5% das moradias com internet e tem 2º maior percentual de conexão no Nordeste

A rede mundial de computadores está presente em 73,5% dos domicílios norte-rio-grandenses, o que representa 822 mil lares em números absolutos. Esse é um dos resultados do suplemento de Tecnologia da Informação e Comunicação, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua 2018, divulgado nesta quarta-feira (29) pelo IBGE.

O número de domicílios com internet tem crescido continuamente. Em 2017, havia 767 mil domicílios com internet no Rio Grande do Norte. No levantamento atual, registra-se um avanço 7,7%. Se analisado o período de 2016 a 2018, o crescimento foi de 16%, visto que em 2016 apenas 709 mil casas tinham o serviço.

No Nordeste, apenas Sergipe (76,7%) tem percentual maior de domicílios com internet que o Estado potiguar. A média da região (69,1%) está abaixo da média brasileira (79,1%).

Excluídos

Embora seja um número cada vez menor (em dois anos 86 mil casas obtiveram acesso à internet), 26,5% dos lares em território potiguar ainda estão fora do mundo virtual, o que significa 296 mil residências. O percentual é o segundo menor do Nordeste, à frente de Sergipe (23,3%).

Rendimento médio

Nos domicílios com internet, o rendimento médio mensal per capita é de R$ 1.233 no Rio Grande do Norte, segundo maior da região Nordeste. Somente a Bahia, com rendimento de R$ 1.240, supera o RN. Em ambos os estados, o rendimento nos domicílios com internet é acima da média do Nordeste, R$ 1.172, mas abaixo da média do Brasil, R$ 1.769.

As residências sem internet, por sua vez, apresentam um rendimento médio mensal por pessoa menor. No Rio Grande do Norte, essa média é de R$ 717, segunda maior da região, superada apenas por Sergipe, R$ 731. No Nordeste, os domicílios sem internet têm rendimento de R$ 648, abaixo da média do Brasil: R$ 940.

No RN, acesso à internet por televisão cresce 186% em dois anos

A televisão é um meio de acesso à internet em 169 mil domicílios potiguares. Isso representa 20,5% de todas as residências do RN com internet. Esse número está em crescimento ano a ano.

Entre 2016 e 2018, houve um salto de 186% nas casas com acesso à internet por televisão (smart tvs, como são comercialmente chamadas). Em 2016, dos 709 mil domicílios com internet no estado, apenas 59 mil utilizavam os equipamentos com essa finalidade. Esse número correspondia a 8,3% das casas potiguares com internet.

Celular é usado em 99% dos domicílios potiguares com internet

Dos 822 mil domicílios com internet no Rio Grande do Norte, os celulares são utilizados em 819 mil para navegar na rede mundial. Isso representa 99,6% das residências com o serviço. O amplo uso desse dispositivo móvel, em praticamente todos os domicílios com internet, é uma tendência nacional. Em 2016, 97,5% das residências do estado potiguar usavam celulares para se conectar à internet. Em 2017, esse número havia alcançado em 99,4%.

Por outro lado, verifica-se a redução do uso do computador e tablets para acessar à internet nos últimos anos. Em 2016, 55,8% das casas norte-rio-grandenses dispunham de internet por meio desses dois dispositivos. Em números absolutos, 395 mil lares. Em 2018, esse número diminuiu para 46,3% dos domicílios, 381 mil.

Foto: IBGE

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *