CIDADANIA

RN registrou maior índice de isolamento social do Brasil no domingo

Com o toque de recolher integral decretado pelo Governo do Estado, o Rio Grande do Norte registrou o maior isolamento social do país no último domingo (7). O índice chegou a 55,4%, o terceiro melhor percentual no Estado durante a pandemia.

O estado aparece seguido pelo Ceará (54,75%), Roraima (53,75%), Rondônia (53,03%), Acre (52,68%), Rio Grande do Sul (51,84%), Paraná (50,46%), Bahia (50,34%) e Pernambuco (50,22%). A unidade federativa na pior posição no domingo foi o Mato Grosso do sul, com 42,63%.

A governadora Fátima Bezerra (PT) comemorou o resultado já no primeiro dia do decreto em vigor:

“Olha que boa notícia, pessoal! O índice de Isolamento social do RN foi o mais elevado do país neste domingo e o terceiro mais alto no estado desde o início da pandemia. População potiguar dando um show de união e solidariedade em defesa do pacto pela vida”, escreveu no twitter.

No sábado (6), quando o toque de recolher começou às 20h, o índice de isolamento potiguar foi de 37,51% e o estado ocupava o 17º lugar da lista. Roraima foi o melhor colocado, com 45,02%, e Mato Grosso do Sul estava em último, com apenas 33,42% das pessoas em casa.

Os dados são do Índice de Isolamento Social desenvolvido pela Inloco para auxiliar no combate à pandemia da covid-19 no Brasil. O mapa mostra o percentual da população que está respeitando a recomendação de isolamento e existe para auxiliar as autoridades a direcionarem os recursos de segurança pública, comunicação e saúde.

A ampliação do toque de recolher foi publicada em decreto na sexta-feira (5), motivada pelas altas taxas de transmissibilidade da doença e da ocupação de leitos de UTI somadas à baixa cobertura vacinal.

De acordo com o Regula RN, nesta segunda-feira (8), a taxa de ocupação de leitos no Rio Grande do Norte é de 92,6%, sendo a região Oeste a mais afetada, com 100% das UTIs ocupadas. A região Metropolitana aparece com 91,8% e o Seridó, com 77,8%.

Dezessete hospitais públicos estão sem vagas de UTI nesta manhã. Há 81 pacientes na lista de regulação à espera de UTI. Oitenta são da região Metropolitana.

 

 

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *