TRANSPARÊNCIA

RN ultrapassa 300 mortes por Covid-19 com isolamento social abaixo de 40%

O Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 300 mortes por Covid-19 e atingiu 305 vítimas fatais. Na coletiva deste sábado (30), a secretaria de Estado de Saúde Pública confirmou mais 37 óbitos, sendo 11 nas últimas 24 horas. As demais aconteceram ao longo da semana e aguardavam confirmação dos exames.

De acordo com levantamento da empresa In loco, o índice de isolamento social registrado sexta-feira (29) no Estado potiguar foi de apenas 38,7%, o percentual mais baixo nas últimas semanas. Na região Nordeste, apenas Sergipe (36,6%) está em situação pior em relação ao índice de isolamento.

Outras 64 mortes seguem sendo investigadas sob suspeita de Covid-19. O número de pacientes diagnosticados com a doença chegou a 7.402, com 939 casos confirmados a mais em um único dia.

O titular da Sesap Cipriano Maia reiterou os apelos que vem fazendo nas últimas semanas sobre o cumprimento das medidas restritivas. Neste sábado, o Governo do Rio Grande do Norte prorrogou a suspensão das aulas presenciais, nas redes pública e privada do Estado, até 6 de julho.

– Ficar em casa é a melhor medida para protegermos a vida, diminuir o contágio e evitar que a situação piore ainda mais. Precisamos proteger nossos idosos e as pessoas mais vulneráveis. Temos que diminuir a taxa de contágio. Enquanto tiver acima de 1 é porque o vírus está se expandindo. Vamos aumentar o isolamento social, estimular uma atitude cooperativa solidária, responsável para evitar novas mortes. Todos que vêm cumprindo o isolamento social e estão usando máscara estão colaborando para salvar vidas”, afirmou Maia.

Fila por leito tem 89 pacientes

A fila na regulação de pacientes aguardando leitos conta com 89 pessoas. Dessas, 31 pacientes precisam de leitos críticos de UTI ou semi-intensivo. Há ainda 62 pessoas esperando transferência para leitos clínicos.

A taxa de ocupação de UTI e semi-intensiva em Natal e Mossoró é de 97%. Em Pau dos Ferros, que já chegou a ter todos os leitos ocupados, apenas 25% estão disponíveis. A região Seridó é a menos preocupante no momento e conta com 40% de ocupação.

Ao todo, 548 pacientes diagnosticados com a Covid-19 estão internados nas redes pública e privada do Estado. Os leitos críticos contam com 260 pacientes, sendo 171 na rede pública e 89 em hospitais particulares. Os leitos clínicos estão ocupados por 288 pessoas, entre suspeitos e confirmados com a doença.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *