DEMOCRACIA

Senador denuncia governo por impedir trabalho de jornalista

Anúncios

O senador Jean-Paul Prates (PT) utilizou uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa para denunciar um caso de arbitrariedade contra a Constituição e a liberdade de imprensa, quando o jornalista da Globo News, André Trigueiro, foi impedido de falar com representantes do Instituto Chico Mendes.

De acordo com o senador, o “chefão” do instituto vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, mandou que membros do órgão federal não concedessem entrevista ao meio de comunicação.

Trigueiro é um premiado jornalista, com diversos livros publicados na área ambiental.

“O problema é quando o Estado vai usar o poder para banir pessoas. Ofender publicamente e desqualificar jornalistas” falou o senador.

Anúncios

Prates disse que diariamente a Folha de São Paulo sofre de preterimento em coletivas e imprensa, o que comparou com medidas de Trump contra a CNN, no início do mandato do presidente americano.

Para o senador, o pior caso na atualidade é a maneira como o jornalista Glenn Greenwald é tratado. Segundo Prates, o editor do The Intercept sofre de “perseguição, represália e vingança” por denunciar o ministro Sergio Moro e a força-tarefa de Lava-Jato.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *