TRABALHO

Servidores da saúde do RN aprovam paralisação de 24h no dia 19 de outubro

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte aprovaram por unanimidade, em assembleia da categoria, o dia 19 de outubro como um dia de luta e paralisação de 24h nos serviços de saúde e em defesa dos trabalhadores. Neste dia de mobilização a categoria também vai decidir se aprovam ou não a Greve na saúde do RN.

Dentre os principais motivos para o chamado estão: a questão do ponto eletrônico que o governo quer implantar em até 30 dias e que não abarca todas as categorias de forma isonômica, o atraso na apresentação do impacto financeiro das tabelas do PCCR e o fim da insalubridade e produtividade Covid, além da questão das denúncias feitas pelo Sindsaúde/RN quanto a produtividade.

Um dos principais temas debatidos na assembleia da categoria, ocorrida dia 28 passado, na foi o Plano de Cargos da categoria que está em fase de discussão entre os sindicatos, Sesap e o Governo do RN. Foi informado aos trabalhadores sobre a conquista após pressão do Sindsaúde/RN na realização de uma Reunião Extraordinária da Mesa SUS, para tratar somente o PCCR, marcada para o dia 18 de outubro.

Logo em seguida foram repassados alguns informes sobre o resultado da Consulta Pública realizada pelo Sindsaúde/RN sobre a emenda ao PL 2564/20 da senadora Eliziane Gama, como também os informes da última Mesa SUS que aconteceu nesta segunda-feira (27), e que pode ser conferida de forma mais detalhada aqui. Além de também contemplar outros pontos importantes para os trabalhadores, como por exemplo, a luta contra a PEC 32, referente à reforma administrativa, e a luta pela aprovação do PL 2564/20, que tem o objetivo de instituir o piso salarial e a jornada de 30h para os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras do serviço público e privado de todo o Brasil.

A direção do Sindicato reforçou as conquistas do sindicato, mesmo em meio a crise sanitária provocada pela Covid-19. “A pandemia não parou o sindicato”, declarou o diretor Breno Abbott, ao iniciar sua fala sobre as vitórias do Sindsaúde/RN em relação aos direitos dos trabalhadores. Dentre as principais conquistas estão: Enquadramento, celeridade no processo de aposentadoria, o pagamento total das restituição do IPERN e por fim, a conquista de EPI’S de qualidade e a insalubridade Covid-19, ressaltando que o Rio Grande do Norte é o único estado que recebe.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo