TRANSPARÊNCIA

Servidores denunciam fechamento do Hospital Pediátrico Nivaldo Júnior em Natal

De acordo com servidores do Hospital Pediátrico Nivaldo Júnior, que fica na Rua Jaguarari, bairro Candelária, a unidade especializada em atendimento infantil deve fechar as portas em breve. Eles relatam que receberam comunicado da Secretaria Municipal de Saúde justificando que o espaço tem baixo número de pacientes e alto custo.

A Secretaria nega a informação, mas admite que a intenção da Prefeitura é remanejar o atendimento, fazendo um grande complexo hospitalar no Hotel Parque das Costeira para otimizar recursos enquanto o novo Hospital Municipal de Natal é construído. No entanto, ainda não existe data definida para a mudança.

Segundo os trabalhadores, a equipe do hospital infantil já deve procurar vagas em UPAs e no Hospital dos Pescadores para encaminhar os pacientes atendidos, a pedido da gestão. Na próxima semana os terceirizados devem ser demitidos e os efetivos remanejados para outras unidades de saúde do município.

“A reabertura do hospital era um sonho dos servidores do município. Foi feito um investimento muito alto e se o Nivaldo Júnior não tem pacientes porque está mal localizado, porque não regular os pacientes das UPAs pra lá ou aproveitar espaços de outro prédio mais central?”, questiona um trabalhador da saúde.

O Nivaldo Júnior foi inaugurado em 1º de outubro de 2020 oferece atendimento de baixa e média complexidade e comemorou o resultado de mais de 500 altas e nenhum óbito registrado quando completou um ano, há um mês.

No enfrentamento da pandemia, o local passou a ser uma das unidades-referência para os casos de covid-19 em crianças, com assistência a patologias respiratórias e não respiratórias. Hoje, a estrutura contempla 30 leitos, entre enfermarias, isolamento e neonatal.

O nome do prédio presta homenagem ao pediatra Nivaldo Sereno de Noronha Júnior, médico que atendia na rede municipal de saúde e foi presidente da Sociedade Potiguar de Pediatria. O profissional morreu em 1º de julho de 2020, vítima da covid-19.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais