CULTURA

Sesc faz mostra de cinema em escolas públicas com exibição de 13 produções potiguares

Começa nesta segunda (22) e vai até a próxima sexta (26), a exibição dos 13 títulos potiguares selecionados para a 4ª edição da Mostra Sesc de Cinema. Ente ano, para aproximar os estudantes do cinema, as sessões serão realizadas em escolas públicas de Natal, Mossoró e Caicó, além de algumas unidades do Sesc, como a que fica localizada na avenida Rio Branco, no centro de Natal.

Durante a Mostra, serão exibidos os filmes: Nocaute; Cabeça de Luz; Cordel da Vila: a Rainha Louca Contra o Escandaloso; Fole; Quaerenti; Urubá; Time de Dois; A rede; Efeméride; e Impermanentes, todos produzidos no Rio Grande do Norte. Além das produções potiguares, também será exibida a produção nacional: “A Tradicional Família Brasileira Katu”, de Rodrigo César Cortez de Sena.

A organização do evento lembra aos participantes que foram assistir aos filmes que o uso de máscara é obrigatório, assim como a apresentação do cartão de vacinação contra a covid-19 ou certificado de vaicnação emitido pela plataforma RN +Vacina.

Confira a programação da 4ª edição da Mostra Sesc de Cinema no RN:

 

4ª MOSTRA SESC DE CINEMA ESTADUAL DE 22 A 25 DE NOVEMBRO DE 2021 – NATAL
HORÁRIO LOCAL FILME
22 – SEGUNDA
14h Escola Estadual Almirante Newton Braga de Faria Cabeça de Luz
8 min – 2021
Classificação: Livre
Roteiro: Carito Cavalcanti e Fernando Suassuna
Time de Dois
11 mim – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: André Santos
Cordel da Vila: a Rainha Louca Contra o Escandaloso
12 mim – 2020
Classificação: Livre
Produção: Gil leal, Vívian Moura, Aya Almeida
Bate-papo após a exibição
23 – TERÇA
14h Cenep – Centro Estadual de Educação Profissional Senador Jessé Pinto Freire Dias Felizes
13 min – 2020
Classificação indicativa: 12 anos
Roteiro: André Santos
Vila de Bilros
20 min – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: DÊNIA CRUZ
Bate-papo após a Exibição
24 – QUARTA
08h Escola Estadual Izabel Gondim (Rocas) Urubá
15 min – 2.021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Rodrigo Sena e Carlos Segundo
Nocaute
22 min – 2021
Classificação: 10 anos
Roteiro: César Ferrário
Bate-papo após a exibição
25 – QUINTA
15h Biblioteca Sesc Rio Branco Quem Sabe ele mude
20 mim – 2020
Classificação indicativa: 14 anos
Roteiro: Kell Allen
Efeméride
1’33 mim – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Diego Ciro
Impermanentes
15 min – 2021
Classificação indicativa: 12 Anos
Roteiro: Manoel Batista e Júlio Castro
Bate-papo após a exibição
26 – SEXTA
08h Escola Estadual Professora Ivani Machado Bezerra

(São Gonçalo do amarante)

A rede
5 min – 2019
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Carlos Tourinho
Fole
20 mim – 2021
Classificação indicativa: 16 anosLourival Andrade
Quaerenti
5 min – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Mickaelly Moreira e Romero Oliveira
Bate-papo após a exibição

 

 

4ª MOSTRA SESC DE CINEMA ESTADUAL DE 22 A 25 DE NOVEMBRO DE 2021 – MOSSORÓ
HORÁRIO LOCAL FILME
22 – SEGUNDA
09h e 14h Mossoró/ RN Cabeça de Luz
8 min – 2021
Classificação: Livre
Roteiro: Carito Cavalcanti e Fernando Suassuna
Fole
20 mim – 2021
Classificação indicativa: 16 anosLourival Andrade
Quaerenti
5 min – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Mickaelly Moreira e Romero Oliveira
Bate-papo após a exibição com Mickaelly Moreira, Romero Oliveira
23 – TERÇA
09h e 14h Mossoró/RN Nocaute
22 min – 2021
Classificação: 10 anos
Roteiro: César Ferrário
Time de Dois
11 mim – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: André SantosBate-papo após a exibição com : Diego Costta e Almir Fernandes
24 – QUARTA
09h e 14h Mossoró/ RN A rede
5 min – 2019
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Carlos Tourinho
Efeméride
1’33 mim – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Diego Ciro Time
Impermanentes
15 min – 2021
Classificação indicativa: 12 Anos
Roteiro: Manoel Batista e Júlio Castro
Bate-papo após a exibição com: Plínio Sá e Raquel Borges
25 – QUINTA
09h e 14h Mossoró/ RN Dias Felizes
13 min – 2020
Classificação indicativa: 12 anos
Roteiro: André Santos
Quem Sabe ele mude
20 mim – 2020
Classificação indicativa: 14 anos
Roteiro: Kell Allen
Bate-papo após a exibição com:  Wigna Ribeiro,  Luiza Gurgel e Ferdinanda Fernandes
 
26 – SEXTA
09h e 14h Mossoró/ RN Urubá
15 min – 2.021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Rodrigo Sena e Carlos Segundo
09h e 14h Mossoró/ RN Vila de Bilros
20 min – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: DÊNIA CRUZ
Cordel da Vila: a Rainha Louca Contra o Escandaloso
12 mim – 2020
Classificação: Livre
Produção: Gil leal, Vívian Moura, Aya Almeida
Bate-papo após a Exibição com: Almir Fernandes e Joriana Pontes

 

4ª MOSTRA SESC DE CINEMA ESTADUAL DE 22 A 25 DE NOVEMBRO DE 2021 – CAICÓ
HORÁRIO LOCAL AÇÃO/SERVIÇO
22 – SEGUNDA
14h Escola Estadual Professora Calpúrnia Caldas de Amorim Fole
20 mim – 2021
Classificação indicativa: 16 anosLourival Andrade
Quaerenti
5 min – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Mickaelly Moreira e Romero Oliveira
A rede
5 min – 2019
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Carlos Tourinho
Bate-papo após a exibição com a Trapiá Filmes (Lourival e Emanoel)
22 – TERÇA
19h Sesc Seridó Nocaute
22 min – 2021
Classificação: 10 anos
Roteiro: César Ferrário
Cabeça de Luz
8 min – 2021
Classificação: Livre
Roteiro: Carito Cavalcanti e Fernando Suassuna
Cordel da Vila: a Rainha Louca Contra o Escandaloso
12 mim – 2020
Classificação: Livre
Produção: Gil leal, Vívian Moura, Aya Almeida
Efeméride
1’33 mim – 2020
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Diego Ciro
24 – QUARTA
19h Casa de Cultura de Caicó Urubá
15 min – 2.021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: Rodrigo Sena e Carlos Segundo
Time de Dois
11 mim – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: André Santos
Impermanentes
15 min – 2021
Classificação indicativa: 12 Anos
Roteiro: Manoel Batista e Júlio Castro
25 – QUINTA
14h Escola Estadual Prof. Antônio Aladim de Araújo Quem Sabe ele mude
20 mim – 2020
Classificação indicativa: 14 anos
Roteiro: Kell Allen
Dias Felizes
13 min – 2020
Classificação indicativa: 12 anos
Roteiro: André Santos
Vila de Bilros
20 min – 2021
Classificação indicativa: Livre
Roteiro: DÊNIA CRUZ
Debate após a Exibição com: Raildon Lucena, Jailson Valentim e Mara Macedo, sobre o “Audiovisual como Ferramenta na Educação”.

SINOPSE DOS FILMES:

4ª MOSTRA SESC DE CINEMA ESTADUAL DE 22 A 26 DE NOVEMBRO DE 2021
FILME SONOPSE
Nocaute

22 min – 2021

Classificação indicativa: 10 anos

César Ferrario

Johnny é um brasileiro comum, que tenta vencer as batalhas da vida, e suas próprias questões pessoais no ringue, seja ele separado por 4 cordas ou por onde a visão alcança. O veterano lutador, compreende ao longo de sua jornada, que apesar dos sucessivos nocautes, não há espaço para perdas. A cada round, sua própria floresta interior, começa a perfazer um caminho particular que pode levá-lo, quem sabe, a libertação ou a própria morte.
Cabeça de Luz

8 min – 2021

Classificação indicativa: Livre

Carito Cavalcanti e Fernando Suassuna

O distanciamento para tentar conter a pandemia confina milhões de pessoas em suas casas. Privadas do mundo exterior e do convívio social, a arte – em especial o cinema – é uma das formas de transcender esse limite que se impõe aos corpos físicos. Em vários depoimentos gravados e enviados via smartphone, Cabeça de Luz mostra que a sétima arte nunca foi tão necessária quanto agora.
Cordel da Vila: a Rainha Louca Contra o Escandaloso

12 mim – 2020

Classificação indicativa: Livre

Gil leal, Vívian Moura, Aya Almeida

 

A Vila apresenta esta noite, meus senhores A história da rainha Maria Foi, mulher de tantas Dores Que viveu no Paraíso, mas foi perdendo o Juízo No meio do Escandaloso Uma aventura em Luz e sombras! o cancioneiro popular ganha forma de MC e nos leva nessa viagem histórica que mescla o artesanal com recursos de vídeo grafismo, das silhuetas inspiradas no ancestral teatro de sombras a mistura do voo livre da vídeo arte que se reflete no som desse cordel apocalíptico quase um musical.
Fole

20 mim – 2021

Classificação indicativa: 16 anos

Lourival Andrade

Inspirado no conto homônimo de Wescley J. Gama, o filme “Fole” fala do amor de um pai por seu filho e vice-versa. Os dois, moradores do sertão, tem em comum o amor pela música e pela brincadeira de João Redondo. Seu Luiz Basílio (Mané do Fole) confecciona os bonecos e dá vida a eles tocando seu fole. Nozinho (Emanuel Bonequeiro), o filho, manipula e brinca com os bonecos criados pelo pai. Esta harmonia é quebrada por uma tragédia trazida à tona por Cadu (Alexandre Muniz). Mas, é imprescindível manter a esperança de que a vida está sempre presente e precisa ser sentida, mesmo que na profunda tristeza.
Quaerenti

5 min – 2020

Classificação indicativa: Livre

Mickaelly Moreira e Romero Oliveira

O trabalho conta com um processo de criação colaborativa que permeia entre o real e a ficção, e desperta reflexão acerca da maternidade e paternidade em tempos de isolamento social, o medo do coronavírus e a falta de informações sobre as sequelas da doença a logo prazo, principalmente em gestantes. O trabalho apresenta em quarenta semanas a história real de um casal gestante, que deseja não saber o sexo da criança que está por vir em meio a pandemia.
Urubá

15 min – 2021

Classificação indicativa: Livre

Rodrigo Sena e Carlos Segundo

 

O mundo espiritual ao seu redor passa muito mais pelo terceiro olho do que pelos olhos físicos. O invisível aos olhos de Luiz não é invisível à sua sensibilidade espiritual.
Time de Dois

11 mim – 2021

Classificação indicativa: Livre

André Santos

Flávio e Wendel são da mesma escolinha de futebol e compartilham o sonho de serem jogadores profissionais. Flávio tem dúvidas se deve continuar tentando e com a possibilidade de sua desistência, Wendel percebe que o que eles sentem um pelo outro pode ser mais que amizade.
A rede

5 min – 2019

Classificação indicativa: Livre

Carlos Tourinho

 

O filme mostra várias gerações que dormem na rede
Efeméride

1’33 mim – 2020

Classificação indicativa: Livre

Diego Ciro

 

De acordo com o Dicionário Michaelis, o termo “Efeméride” significa, em relação à astronomia, “Tábua astronômica que registra, para cada dia, as coordenadas que definem a posição relativa de um astro”. Este filme retrata 2020 como uma efeméride com a intervenção da pandemia da COVID-19, que passou a ser encarada, no Brasil, com mais atenção por volta do mês de março. Em novembro, mês das eleições municipais no país, houve uma tácita suspensão da necessidade de prevenção à doença, quando ocorreram aglomerações em todo o Brasil durante os atos de campanha de diversos candidatos. A COVID-19 só voltou a ser amplamente noticiada como uma ameaça real após o fim do período eleitoral.
Impermanentes

15 min – 2021

Classificação indicativa: 12 Anos

Roteiro: Manoel Batista e Júlio Castro

 

Em meio a espetáculos inéditos do cotidiano imposto pela pandemia, dois irmãos em situação de rua lidam com a doença que se espalha pela cidade. Entre a precaução e o negacionismo, sentimentos comuns como separação e medo persistem, embora continuem prevalecendo as preocupações individuais e a dificuldade em aceitar verdadeiramente o padecimento.
Quem Sabe ele mude

20 mim – 2020

Classificação indicativa: 14 anos

Kell Allen

 

Eliene é uma mulher comum como qualquer outra e ao conhecer Marcos em um site de relacionamentos dá início a um romance que vai além do que ela imaginava. Para Eliene o amor de Marcos era apenas uma forma de cuidado, para Edna, sua melhor amiga, tudo parecia ser um reflexo.

 

Dias Felizes

13 min – 2020

Classificação indicativa: 12 anos

André Santos

Guilherme é uma criança de 11 anos que é constantemente lembrada pelos adultos ao seu redor de suas obrigações escolares. Com a presença da figura opressora do seu pai, Guilherme presencia situações indevidas para a sua idade. Ainda assim, ele mostra a sua força e encontra em amigos e brincadeiras uma forma de lidar com as adversidades da vida.
Vila de Bilros

20 min – 2021

Classificação indicativa: Livre

Dênia Cruz

As tramas constroem redes de pesca e as linhas constroem as rendas, que também constroem redes, e assim se entrelaçam as histórias das rendeiras de bilros e da vila de pescadores que virou bairro. “Vila de Bilros” revela que território é esse e suas histórias, por meio das falas das personagens, Dona Lenide, rendeira e mangabeira, Sr João, ex pescador, filho e neto de pescadores, e Vó Maria, a rendeira mais antiga, que há 80 anos traça com bilros sua renda e seu destino

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo