+ Notícias

Sete hospitais no Rio Grande do Norte estão com leitos críticos esgotados para pacientes com covid-19

Na manhã desta sexta (12), o Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, o Hospital Manoel Lucas de Miranda (Guamaré), o Hospital Maternidade Divino Amor (Parnamirim), o Hospital Regional de João Câmara, o Hospital Regional Dr Cleodon Carlos de Andrade (Pau dos Ferros), o Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi) e o Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal (Santo Antônio) estão com todos os leitos críticos (semi-intensivos e UTI) ocupados por pacientes com covid-19.

Além dessas unidades de saúde, outros hospitais também apresentam uma alta taxa de ocupação dos leitos de internação semi-intensivos e de UTI. É o caso do Hospital de Campanha de Natal, com 95% de ocupação e do Hospital Colônia Dr João Machado, que tem 93,10% de ocupação.

Na média geral, a Região Metropolitana de Natal continua com a média mais alta de ocupação, chegando a 81,10% hoje pela manhã. Em seguida, vem o Seridó com 65,71% e a Região Oeste com 61,54% de ocupação. O Rio Grande do Norte tem, até o momento, uma ocupação de 72,50% de seus leitos críticos.

Até a quinta (11), o Rio Grande do Norte tinha 147.631 casos confirmados e e 3.381 mortes decorrentes da covid-19, segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), que ainda investiga 87.782 casos suspeitos e 618 óbitos. O RN tem, ainda, 65.816 casos de Síndrome Gripal Não Especificada, que são os casos suspeitos para os quais não foi possível confirmação do diagnóstico através de exame laboratorial.

Imagem: reprodução LAIS/ UFRN
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *