CIDADANIA

Sethas vai realizar censo da população em situação de rua no RN a partir de outubro

A partir do próximo mês, a Secretaria de Estado da Habitação e da Assistência Social (Sethas) passa a realizar o primeiro censo da população em situação de rua no Rio Grande do Norte. Seis pesquisadores-bolsistas das áreas de serviço social, direito e políticas públicas atuam na pesquisa que deve ser divulgada em março de 2022.

Atualmente, a estimativa é de que pelo menos 1120 pessoas estejam em situação de rua no território potiguar. O dado é baseado nos registros do cadastro único, mas a expectativa da própria secretaria de habitação é de que o número esteja aquém da realidade, tendo em vista que nem todas as pessoas destituídas de um teto para morar estão listadas pelo governo federal.

O levantamento vai buscar informações detalhadas da população de rua, como idade, gênero, cor, raça, trajetória de deslocamento e permanência nas vias urbanas. A pesquisa também deve identificar quais indivíduos estão sozinhos e quais seguem acompanhados pela família, além do histórico de acesso a serviços de assistência social, trabalho, renda, dentre outros.

“O censo é importante para que essas pessoas sejam visíveis para as políticas públicas, para as gestões públicas e para a sociedade. Quando a gente apresentar os resultados e informações do censo, passamos a mostrar as necessidades dessas pessoas, além de fornecer conhecimento e informações, não só numéricas, mas com características pessoais”, disse Iris Maria de Oliveira, secretária da Sethas à imprensa local.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *