+ Notícias

Setor de serviços no Rio Grande do Norte tem a quarta maior queda do país em um ano

Entre setembro de 2019 e de 2020, o setor de serviços no Rio Grande do Norte teve uma queda de 13,2%. Essa é a quinta maior baixa do país, apenas os estado de Pernambuco (-15,6%), Bahia (-16,7%), Alagoas (-17,5%) e Sergipe (-18,4%) tiveram índices piores, de acordo com os dados divulgados nesta quinta (12) pelo IBGE.

Já entre os meses de janeiro e setembro, o Rio Grande do Norte teve a terceira maior perda entre os estados de todo o Brasil, registrando uma queda de 17% no setor de serviços. Só Bahia (-18,4%) e Alagoas (-19,4%) tiveram perdas maiores.

A estatística só se torna favorável quando a comparação é feita entre setembro e o mês agosto. Nesse caso, a alta do setor de serviços no Rio Grande do Norte é de 6,7%, o que representa uma variação positiva até maior do que a média brasileira, que foi de 1,8%. Na frente do RN, ficaram apenas os estados do Piauí (11,9%), Mato Grosso do Sul (9,1%) e Roraima (8,4%), que tiveram números melhores.

Comércio varejista

As vendas no comércio varejista, que é aquele voltado para o pequeno consumidor, teve alta de 0,5% no Rio Grande do Norte no mês de setembro. A média ficou pouca coisa atrás da média nacional que registrou alta de 0,6%. Quando a comparação é feita com o mesmo período do ano passado, a alta passa a ser de 3,8% no estado. No entanto, quando a comparação é feita entre os meses de janeiro a setembro de 2020 com o mesmo período de 2019, há perda de 5,8%.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo