CIDADANIA

Sobe para 14 número de hospitais com UTIs sem vagas e Governo emite alerta após confirmação de nova variante do coronavírus no RN

O Rio Grande do Norte vive um novo pico da pandemia e o sistema de saúde se aproxima de um novo colapso. De acordo com o sistema de monitoramento de leitos críticos e clínicos elaborado pelo LAIS/UFRN, o Estado já conta com 14 hospitais com 100% das UTIs ocupadas. Até às 9h deste domingo (21), a média geral de ocupação de leitos era de 84,8%. A pior situação é a da região Metropolitana de Natal, que registra 90,5% das UTIs com pacientes.

No sábado (20), a secretaria de Estado de Saúde Público confirmou que novas linhagens do SARS-CoV-2 estão circulando no Rio Grande do Norte. De acordo com os técnicos da Sesap, as duas linhagens do SARS-CoV-2 são associadas a possível maior dispersão e transmissibilidade do vírus, o que faz o Estado entrar em alerta.

De acordo com o titular da Sesap Cipriano Maia, é o momento de redobrar os cuidados:

“O Governo do Estado e a Sesap reforçam a importância de intensificar todas as medidas de controle da transmissão do vírus, evitando aglomerações, intensificando as medidas de vigilância, isolamento de todos os sintomáticos, o reforço do isolamento social, o uso correto da máscara em todos os espaços públicos e privados para que a gente consiga conter essa segunda onda e reduzir o número de casos e consequentemente de internação, nesse momento em que a lotação dos hospitais públicos e privados encontram-se nos seus limites máximos”, disse.

De acordo com os técnicos da Sesap, as duas linhagens do SARS-CoV-2 são associadas a possível maior dispersão e transmissibilidade do vírus, o que faz o Estado entrar em alerta.

O Ministério da Saúde confirmou no início da noite deste sábado (20) que as linhagens P1 e P2 foram identificadas em amostras coletadas entre os meses de dezembro de 2020 e janeiro e fevereiro de 2021, 23 amostras pertencem à linhagem P1. Destas, 15 delas são da cidade do Natal, duas de João Pessoa-PB, uma de Ingá-PBce uma de Conde-PB. Outras quatro são de pacientes da cidade de Manaus (AM), que foram internados no Hospital Universitário Lauro Wanderley em João Pessoa.

Cipriano Maia pede para que população redobre os cuidados / foto: Elisa Elsie

Além disso, 46 amostras confirmam que a linhagem P2, inicialmente com comprovação de circulação no Rio de Janeiro, já circula no RN.

Na sexta-feira (19), a governadora Fátima Bezerra se reuniu com os prefeitos e gestores da região Metropolitana de Natal para discutir novas medidas de restrição. Entre as recomendações, orientadas pelo comitê científico estadual, estão asuspensão pelo período de 14 dias do funcionamento de bares, restaurantes e similares após as 22h para atendimento ao público e até as 23h apenas para fins de encerramento das atividades operacionais; de festas ou eventos promovidos ou patrocinados por entes públicos ou iniciativa privada; e comercialização de bebidas alcóolicas, bem como seu consumo em ambientes públicos, após as 22h.

O decreto também mantém em vigor o uso obrigatório de máscara de proteção por todos, especialmente no transporte público, individual ou coletivo, ou no interior de estabelecimentos abertos ao público, com exceção de crianças menores de 3 anos de idade, pessoas com transtorno do espectro autista, deficiência intelectual ou sensorial que a impeça de fazer o uso adequado da máscara.

Cipriano afirma ainda que o sistema de saúde está em intenso estresse, os trabalhadores com sinais de esgotamento nesse contexto com o aumento de casos:

“E essa notícia só reforça e confirma o acerto das medidas tomadas pela governadora e exige, cada vez mais, que todos os municípios intensifiquem as ações propostas no decreto e com isso a gente possa frear a transmissibilidade. Intensificar as ações de controle na atenção básica, na vigilância de cada município, para assim a gente conseguir ter êxito e reverter essa situação que assola o Brasil e o Estado do Rio Grande do Norte. O apelo é para que possamos reforçar todas as medidas, na parceria do governo com a sociedade para que possamos intensificar as medidas de controle”, disse ele.

Governo anuncia a abertura de 39 leitos

O governo do Rio Grande do Norte anunciou a abertura de mais 39 leitos críticos de UTI para pacientes com a covid-19 na Região Metropolitana de Natal. Desses, 9 serão instalados no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), 10 no Hospital Giselda Trigueiro, 10 no Hospital de Campanha de Natal (com disponibilização de equipamentos), 5 leitos no município de São Gonçalo do Amarante e 5 em Parnamirim. Dessa etapa, 13 já estão disponíveis, seis leitos no HUOL e sete no Hospital de Campanha de Natal. E 26 leitos críticos em processo de operacionalização para ser disponibilizado o mais breve possível no sistema de Regulação do Estado.

Em parceria com os municípios, o Governo do Estado vai fornecendo kits completos de UTI (monitores, ventiladores e bombas de infusão) para os hospitais municipais, garantindo a abertura dos leitos.

Estamos numa força tarefa, finalizando os reparos estruturais para a montagem dos leitos com todo o suporte necessário”, afirma Maura Vanessa Sobreira, Secretária Adjunta da Sesap.

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *