TRANSPARÊNCIA

Suspeita de variante da covid-19 descoberta na Índia em paciente do RN é descartada em exame

A suspeita de contaminação de um paciente no Rio Grande do Norte com a variante Delta (B.1.617.2) da covid-19, identificada primeiramente na Índia, foi descartada após exame realizado pelo Instituto Evandro Chagas, de acordo com a Secretaria de estado da Saúde Pública (Sesap).

O paciente do caso é um homem de 29 anos que esteve no Maranhão. Ele apresentava sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), teve o teste positivo para covid-19, foi internado em UTI e morreu no dia 31 de maio deste ano.

Até o momento, o Brasil tem um total de oito casos já confirmados da variante Delta (B.1.617.2) da covid-19, sendo seis no Maranhão, um no Rio de Janeiro e um em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Médicos da Índia atribuem a essa variante uma maior capacidade de infecção da covid-19, com sequelas mais graves como perda auditiva, distúrbios gástricos e coágulos sanguíneos que levam à gangrena. I ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, afirmou no último domingo (6) que a variante chega a ser até 40% mais contagiosa.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *