CIDADANIA, Principal

Tarifa de ônibus sobe 55,3% em quatro anos e natalense vai às ruas

As duas licitações em janeiro e abril em 2017 não tiveram propostas

Nos últimos quatro anos, a tarifa de transporte público subiu 55,3% em Natal.

O usuário de ônibus que pagava R$ 2,35 em 2014 agora tem que tirar do bolso 3,65%.

O último reajuste foi aprovado sexta-feira (19) pelo prefeito Álvaro Dias (MDB). A passagem subiu 9%

Com o novo valor, a tarifa pode gerar um gasto de R$ 146,00 por mês no bolso do trabalhador natalense – considerando duas passagens a cada dia de trabalho, de um indivíduo que trabalha de segunda a sexta.

Tendo por base o salário mínimo, cujo valor hoje é de R$ 954, isso representa 15,3% do recebido gasto com transporte.

Protestos

Os sucessivos reajustes no preço dos combustíveis e o recente aumento da passagem de ônibus começam a tirar os natalenses da zona de conforto. Pelo menos dois protestos já estão confirmados para acontecer hoje e amanhã.

Nesta segunda-feira (21), uma manifestação organizada por sindicatos e representantes da sociedade civil se concentra a partir das 17h, em frente ao posto de combustíveis localizado ao lado do Midway Mall, na avenida Salgado Filho.

Na terça-feira (22) é a vez do protesto contra o reajuste na tarifa de ônibus. No aumento mais recente, a tarifa subiu de R$ 3,35 para R$ 3,65.

A manifestação foi convocada pela União Municipal dos Estudantes Secundaristas (UMES).

A concentração está marcada para 10h, em frente a prefeitura de Natal, na Cidade Alta.

Preço abusivo

Durante a reunião do Conselho Municipal de Transportes, realizada na sexta-feira, quando foi aprovado o aumento, as entidades estudantis votaram contra o reajuste por entenderem que ele é abusivo e de interesse único dos empresários para aumentar os lucros enquanto não há investimento real na frota.

Para Douglas Farias, representante dos estudantes dentro do Conselho, antes de tudo é preciso ter um transporte público de qualidade:

– O interesse dos estudantes é pagar a passagem por um sistema de transporte eficiente, seguro, pontual e confortável. A STTU apresentou tabelas explicativas, com estudos de viabilidade e índices de custo para operação, mas não tocam no tema qualidade. Não dá para reajustar a tarifa antes de melhorar o serviço.

Evolução da tarifa de ônibus em Natal

2014: R$ 2,35
2015: R$ 2,65 (+12,77%)
2016: R$ 2,90 (+9,43%)
2017: R$ 3,35 (+15,51%)
2018: R$ 3,65 (+8,96%)

Nunca é demais lembrar que a fagulha que acendeu os protestos de junho de 2013 foi o movimento Revolta do Busão, que protestava contra o aumento da passagem de ônibus.

A partir das manifestações realizadas em Natal, outras capitais iniciaram movimento semelhante até a pauta de reivindicações ser ampliada e a população ocupar as ruas.

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *