TRANSPARÊNCIA

Testes rápidos destinados a idosos serão feitos em ‘drive thru’ em Natal a partir desta terça

A Prefeitura de Natal anunciou em coletiva nesta segunda-feira (15) que inicia a partir desta terça (16) a realização de testes rápidos no esquema drive thru. Até o momento, a prefeitura vinha limitando as testagens apenas para profissionais de saúde e de segurança. A iniciativa acontece 90 dias após o início da pandemia.

Os testes serão disponibilizados em espaço na Arena das Dunas e tem como público alvo pessoas que tem mais de 60 anos, grupo de risco para a Covid-19.

Segundo o prefeito Álvaro Dias (PSDB), quem testar positivo será encaminhado para unidades de Saúde da prefeitura.

“O médico vai fazer uma avaliação geral através dos sinais e sintomas, solicitar exames para complementar o diagnóstico. Se necessário, o paciente já inicia no momento o tratamento adequado para combater a doença. Essas são estratégias que estamos adotando para testar o maior número de pessoas”, disse.

A prefeitura adquiriu 20 mil testes rápidos e para fazer o teste, o usuário precisa apresentar comprovante de residência em Natal e documento oficial com foto, que comprove a idade. O drive thru será no Portão P1 da Arena das Dunas, de acordo com Danielle Mafra, uma das coordenadoras da ação.

No caso das pessoas que não têm carro, a prefeitura informou que vai disponibilizar testes rápidos em 11 Unidades Básicas de Saúde da capital potiguar, que estão trabalhando em horário estendido, até às 20h.

Críticas

Durante a coletiva, Álvaro Dias voltou a atacar o Governo do Estado e cobrar a abertura de novos leitos, ao afirmar que as Unidades de Pronto Atendimento estão superlotadas. O prefeito disse que o “Governo tem se omitido” com relação ao combate ao coronavírus. Álvaro Dias disse ainda que vai solicitar uma audiência com a governadora Fátima Bezerra.

O prefeito da capital afirmou também que, nesta semana, visitará os Hospitais Municipais para verificar a situação “leito por leito”.

A Justiça determinou que a prefeitura de Natal acelere a contratação de profissionais de saúde para o hospital de Campanha. Segundo denúncia do Ministério Público, a postura do município em não contratar todos os profissionais só agrava o déficit de assistência em terapia intensiva no Estado do RN, em especial para os cidadãos natalenses.

Sobre esse ponto, o prefeito de Natal não se manifestou.

Segundo dados disponibilizados na plataforma COVID.Lais, na noite de 9 de junho, 132 pacientes aguardavam vaga em leitos de internação, sendo 47,1% deles, ou seja, 64 pessoas, com nível de criticidade 1 e 2.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Kamila Tuenia
Jornalista potiguar em formação pela UFRN, repórter e assessora de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *