DEMOCRACIA

Toffoli suspende ação penal que acusa Robinson de crimes de corrupção e obstrução de Justiça na Assembleia Legislativa do RN

Robinson Faria na leitura da mensagem anual do Governo

O ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli mandou suspender a ação que acusa o ex-governador Robinson Faria (PSD) de crimes de corrupção na época em que ele presidiu a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

A denúncia contra Faria é derivada da operação Dama de Espadas, apresentada à Justiça pelo Ministério Público Estadual a partir de uma delação premiada feita pela ex-procuradora da ALRN Rita Mercês.

A ação está no Superior Tribunal de Justiça e apura possíveis desvios em contratos firmados na ALRN, além de obstrução de Justiça praticado pelo ex-governador ao tentar comprar o silêncio de uma testemunha. Nesse mesmo processo, Robinson é acusado de receber parte do salario de funcionários fantasmas da Casa legislativa que presidiu durante oito anos.

As informações sobre a suspensão da ação foram divulgadas nesta sexta-feira (25) pelo colunista do jornal O Globo Ancelmo Goes.

– Segundo Toffoli, as provas obtidas na investigação são nulas e não devem embasar a ação penal. O ministro ordenou que o caso volte à Justiça Estadual, e que siga paralisado até o julgamento definitivo por parte do STF”, escreveu o colunista do jornal O Globo.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"