CIDADANIA

“Uma cena abominável”; Fátima Bezerra se pronuncia após vídeo flagrar policiais do RN dando tapas em mulher com criança no colo

Uma cena estarrecedora chamou a atenção nas redes sociais e no noticiário potiguar nesta sexta-feira, 16. No município de Santo Antônio, na região Agreste, uma mulher aciona a polícia para lidar com uma situação de violência doméstica. Ao ver os agentes entrando na casa, ela os acompanha para evitar que os PMs batam no agressor. A equipe então se retira insatisfeita e um dos policiais acaba dando tapas na vítima, que leva uma criança no colo e a chama de “cachorra”. Um dos militares ainda segura o bebê enquanto o colega bate na mulher, que vai ao chão.

O caso aconteceu na noite desta quinta-feira, 15, e foi flagrado em vídeo.

Saiba Mais: Vídeo – Policial militar agride mulher durante atendimento a caso de violência doméstica no RN

Na tarde desta sexta, a governadora Fátima Bezerra (PT) se pronunciou sobre o assunto no Twitter, afirmando que “medidas já foram adotadas” e os policiais envolvidos no caso foram afastados e terão as condutas apuradas, com direito de defesa.

“Uma cena abominável, que agride não só a nós, mulheres, mas a uma sociedade atenta a um contexto que, infelizmente, continua a nos horrorizar e a nos indignar”, enfatizou a gestora.

Bezerra diz ainda que o fato é inaceitável em um governo que prioriza políticas públicas de combate à violência contra a mulher, e cita o núcleo de investigação policial de combate ao feminicídio, a patrulha Maria da Penha, delegacia virtual de atendimento às mulheres e casa de acolhimento à mulher vítima de violência como ações da gestão.

“Não mediremos esforços e seguiremos firmes para tornar o Rio Grande do Norte um Estado livre do feminicídio, onde as mulheres possam viver com dignidade e sem violência”, prometeu a governadora que conta ter ligado para o secretário de Segurança Pública do Estado, Coronel Araújo, o comandante da Polícia Militar, Coronel Alarico e para a delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva assim que tomou conhecimento sobre o episódio.

Confira a fala de Fátima Bezerra:

Assim que tomei conhecimento do episódio lamentável que ocorreu ontem  em Santo Antônio liguei para o secretário de Segurança Pública  @CoronelAraujoPM; o comandante da PM, Cel Alarico; a delegada-geral, dra Ana Cláudia, e determinei que fossem tomadas as providências … imediatas para apuração e punição dos responsáveis.

Medidas já foram adotadas. Os policiais foram afastados e as respectivas condutas serão apuradas com direito de defesa, como determina a lei.

Uma cena abominável, que agride não só a nós, mulheres, mas a uma sociedade atenta a um contexto que, infelizmente, continua a nos horrorizar e a nos indignar.

Um Governo como o nosso, que tem feito todo o esforço para implementar políticas públicas de proteção às mulheres, como o núcleo de investigação policial de combate ao feminicídio, a patrulha Maria da Penha, a delegacia virtual de atendimento às mulheres, a casa de acolhimento à mulher vítima de violência, entre outros, jamais toleraria um absurdo como esse.

Não mediremos esforços e seguiremos firmes para tornar o Rio Grande do Norte um Estado livre do feminicídio, onde as mulheres possam viver com dignidade e sem violência.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *