DEMOCRACIA

UNI-RN diz que não vai tomar partido no caso da professora que divulgou foto adulterada da governadora; OAB não se posiciona

O Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN) afirmou que não vai tomar partido no caso da professora de Direito Tributário Lenice Moreira de Moura, que divulgou nas redes sociais uma foto adulterada de Fátima Bezerra e sugeriu que a governadora estivesse fazendo “macumba” contra o presidente Jair Bolsonaro.

Além do crime de racismo religioso, Lenice pode responder na Justiça por falsificação.

Lenice foi demitida da faculdade Estácio em 2019, mas segue como professora de Direito Tributário da UNI-RN, universidade onde coordenou o Grupo de Pesquisa e Extensão “Direitos Humanos, Tributação e Cidadania”.

Por meio da assessoria de imprensa, a UNI-RN afirmou que a professora é quem deve responder pelas suas atitudes fora da instituição:

A instituição é apolítica, não toma partido nessas coisas. A professora está refletindo uma opinião dela. As consequências são para a cidadã. O reitor não aceita proselitismo na instituição. O que ela faz fora da instituição, nas redes particulares sociais dela, é uma outra história. Não tem como misturar o profissional. O que não se aceita é que ela leve esse pensamento para dentro de sala de aula. Ela pode opinar, mas não reflete o pensamento da instituição. O que ela faz nas redes sociais, ela que responda”, afirmou a assessoria.

Reitor Daladier da Cunha Lima disse, através da assessoria de imprensa, que a instituição é apolítica (foto: reprodução / youtube)

Na postagem apagada após a repercussão, Lenice divulga uma fotografia adulterada de uma reunião de trabalho entre a governadora Fátima Bezerra, o prefeito de Natal Álvaro Dias, o vice-governador Antenor Roberto e o secretario de Estado de Saúde Pública Cipriano Maia. Na imagem falsa, é incluída uma garrafa de cachaça, uma imagem de Iemanjá e um boneco vodu de Jair Bolsonaro. Cristão, Lenice escreve que “é na base da macumba que essa gente busca realizar seus planos malignos”.

Professora bolsonarista não tem registro na OAB-RN

A professora de Direito Tributário da UNI-RN Lenice Moreira de Moura não possui registro na OAB do Rio Grande do Norte. Por isso, a assessoria de comunicação da OAB-RN informou que “está acompanhando o caso e que não irá se posicionar sobre o tema, pois a referida pessoa não possui registro nos quadro da Seccional Potiguar”, disse.

 

 

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *