CIDADANIA

Vaticano concede título de Basílica Menor à Igreja Matriz de Acari

O Papa Francisco tornou a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia, localizada em Acari, no Rio Grande do Norte, uma Basílica Menor. A decisão foi emitida em decreto da Santa Sé e lido pelo bispo diocesano de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz, no final da celebração de “dedicação da Igreja”, na noite da quinta-feira (25).

A nomeação se deu em celebração ao centenário de Dom Eugênio de Araújo Sales, nascido no município seridoense, e em reconhecimento à relevância da paróquia para a região. A igreja passa a se chamar Pontifícia Basílica Menor de Nossa Senhora da Guia do Acari.

Quem explica é o Padre Flávio Medeiros, que atua como cerimoniário do Vaticano. Ele considerou o título um grande presente do papa.

“O Papa Francisco reconheceu a benemerência, a vida celebrativa, a comunidade orante do povo de Acari, as tradições religiosas populares muito impregnadas na vida desse povo, o fenômeno religioso das peregrinações, principalmente no 15 de agosto”, exaltou o padre acariense, lembrando que a principal festa religiosa da cidade recebe até 40 mil pessoas.

Padre Flávio também afirma que houve uma grande união em nome da memória do cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, que chegou no mais alto grau da hierarquia da Igreja Católica no no país, cardeal primaz do Brasil.

Batizado na então Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia, agora Basílica Menor, Dom Eugênio também dirigiu a Arquidiocese de Natal, foi pra São Salvador da Bahia e arcebispo de São Sebastião, do Rio de Janeiro.

“Esse homem que participou da eleição dos papas João Paulo I, João Paulo II, foi cardeal do papa Paulo VI, foi amigo incansável e conselheiro de João Paulo II; Dom Eugênio foi uma criança que nasceu no Acari, batizado na Igreja de Nossa Senhora da Guia, por quem ele tinha uma grande devoção. É algo que nos causa uma admiração profunda”, disse o conterrâneo.

O pároco de Acari, padre Fabiano Dantas, comentou a conquista: “Encheu nossos corações da mais extasiante alegria. Entendemos que é um reconhecimento por tudo que este templo, que já tem mais de 150 anos, representa para o povo não apenas de Acari, mas do Rio Grande do Norte”.

Para o padre, que é caicoense e está na paróquia desde 2015, ela tem sua vocação ligada à genuína piedade popular mariana e esse novo laço com o Papa, será um centro de referência para ainda mais pessoas que buscam refúgio na fé.

Basílica Menor

Segundo o documento Domus Ecclesiae (Casa da Igreja), da Congregação para o Culto divino e a Disciplina dos Sacramentos, da Santa Sé, as basílicas são igrejas dotadas de especial importância para a vida litúrgica e pastoral de uma diocese e, por isso, possuem “um particular vínculo com a Igreja de Roma e com o Sumo Pontífice”.

O templo ganhará simbologias, insígnias e brasões, além de novos deveres. “Os deveres incluem que a igreja preze pelas celebrações, pela atmosfera celebrativa, que as celebrações sejam bem preparadas, vividas, com fervor, com participação dos fiéis e que se promova a formação litúrgica por meio de cursos, conferencias, explorando os documentos pontifícios, aprofundamento bíblico; que se celebre com solenidade a liturgia das horas, principalmente nos dias mais festivos; e as festas dos papas, como o Dia de São Pedo, aniversário de eleição do papa”, exemplifica o padre Flávio.

História

A Paróquia Nossa Senhora da Guia, na cidade do Acari, é a primeira a ser desmembrada da antiga Freguesia da Senhora Santa Ana do Seridó, cujo território paroquial abrangia o que hoje corresponde ao território da Diocese de Caicó. A Igreja Matriz, que agora passa a ser Basílica Menor pontifícia, foi construída pelo Padre Thomaz Pereira de Araújo e inaugurada em 1867.

Sendo a segunda paróquia mais antiga da Diocese de Caicó, por ter sido construída em 1835, e uma das mais antigas do estado do Rio Grande do Norte, ela guarda uma forte expressão da piedade popular. Segundo pesquisadores, a devoção a Nossa Senhora da Guia remonta ao ano de 1738, fazendo com que as cidades ao redor tenham em Acari um referencial.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais