Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Edição: Cledivânia Pereira

Sideral escreve
RN em Cannes

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

“Sideral”, dirigido por Carlos Segundo, foi o primeiro filme potiguar a disputar o Palma de Ouro no Festival de Cannes

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O filme esteve na Seleção de Curtas-Metragens da edição de 2021 e nasceu da parceria com a Casa da Praia Filmes e foi totalmente locado nas cidades de Natal, Ceará-Mirim e Parnamirim

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O curta mostra uma ficção futurista que tem como tema o lançamento do primeiro foguete tripulado brasileiro na Base Aérea de Natal e narra como o evento impacta a vida de uma família

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

“Sideral é um filme que passeia de forma sutil por diferentes temas, podendo ainda ser considerada uma obra tragicômica. É uma obra que só poderia ter sido realizada aqui no Rio Grande do Norte”, descreveu Carlos Segundo á época do Festival

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O projeto contou com financiamento da Lei Aldir Blanc que prevê auxílio financeiro ao setor cultural

Texto e foto: Cledivânia Pereira

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

Heading 3

O curta foi aplaudido de pé em Cannes venceu, em 2022, o prêmio Canal Plus no 44° Festival Internacional de Curta-Metragem de Clermont-Ferrand, na França, a mais renomada competição de curtas do mundo

Click abaixo que a gente conta!

Quer saber mais sobre o RN?

Produção WebStories: Cledivânia Pereira
Fotos: Divulgação

saibamais.jor.br